Boa Vista Quarta-feira, 20 de agosto de 2014
Ano XXXIV
Um Jornal Necessário

EDITORIAS
Cidades
Especiais
Esportes
Opinião
Polícia
Política
Variedades
COLUNAS
Área de Luta
Avivamento
Jessé Souza
Minha Rua Fala
Okiá
Parabólica
Shirley Rodrigues
Comentar   Imprimir
  Enviar por E-mail

Parabólica                


Bom dia!


Data: 20/08/2014

“Dinheiro público é como água benta: todos põem a mão” - Provérbio italiano

COMEÇOU

O Horário Eleitoral Gratuito no rádio e na TV começou ontem com os candidatos a Presidente da República e a deputado federal. Nenhuma surpresa. Os candidatos a presidente deram destaque à morte do presidenciável Eduardo Campos (PSB). No caso dos postulantes a deputado federal, todos lutando contra a corrupção e por mais verba para Roraima. O que fugiu do assunto deu uma microaula sobre o que é ser deputado federal e esqueceu-se de pedir votos.
 
BARULHO

Moradores dos bairros da zona Oeste de Boa Vista têm sofrido com a ação dos carros de som que começam a circular muito cedo. Leitores, que procuraram a Parabólica, sugerem que deveria ao menos haver bom senso dos candidatos em determinar que os veículos passassem a circular, pelo menos, das 9 horas da manhã. Além disso, eles dizem que deveria haver uma fiscalização para verificar o volume alto do som.

LIMITE

Conforme a legislação eleitoral, a circulação de carros de som durante a campanha terá que observar o limite de 80 decibéis, com sete metros de distância do veículo. Porém, estes veículos estão bem acima desse limite e, como não são fiscalizados nem existe bom senso na hora de cumprir a lei, o barulho incomoda a vida das pessoas que moram em áreas afastadas do Centro.

REGRAS

Conforme as regras, a circulação de carros de som deve observar o limite de 80 decibéis e ter uma potência de no máximo 10.000 watts. Os veículos devem circular das 8h até as 22h e ficam vedados a instalação e o uso de alto-falantes em distância inferior a 200 metros de escolas, assim como de hospitais, casas de saúde, bibliotecas públicas, igrejas, teatros e outros estabelecimentos.

PLACAS

A disputa por terrenos bem localizados em avenidas para fixar placas tem provocado conflitos entre alguns candidatos. Há casos em que placas com fotos de candidatos têm sido depredadas ou mesmo arrancadas. Existem situações em que políticos ofertam dinheiro para famílias trocarem a placa que foi fixada de forma gratuita por um adversário ou mesmo dobram o valor da oferta, no caso de o espaço ter sido “alugado”.

CERTEZA

A compra de votos para alguns candidatos é tão certa que um parlamentar, em um encontro informal, não hesitou em falar o seguinte: “Eu não quero ser o mais votado; eu vou ser o mais votado”. Depois de encerrado o encontro, um correligionário que estava presente comentou com um amigo: “Isso é o que se pode chamar de ter certeza do poder do dinheiro”.

FOTOS

O governador Chico Rodrigues (PSB) é campeão em fotos inusitadas nas redes sociais. Ele já apareceu andando de bicicleta com um assessor na garupa, dentro da piscina de parque aquático com crianças (com roupa social e tudo), em carroça puxada por moto e, por último, torrando farinha. E parece que as críticas que têm recebido não o abalaram nem um pouco.

MUDANÇA

O senador Romero Jucá (PMDB), que foi líder do governo nas gestões de Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva, mudou de lado. Pelo menos, é o que ficou bem claro quando ele participou, no dia 13 passado, data da morte do presidenciável Eduardo Campos, de um evento organizado pelo Conselho Regional de Economia de Roraima (Corecon-RR), em Boa Vista. O áudio do discurso de Jucá foi divulgado pela “Rede Brasil Atual” e o assunto repercutido no portal da UOL.

CRÍTICAS

Neste evento, ficou bem claro que Romero Jucá passou a pregar abertamente o voto em Aécio Neves (PSDB) contra a presidente Dilma e, por consequência, contra o presidente do PMDB e candidato a vice-presidente na chapa, Michel Temer. Em 40 minutos de discurso, o senador fez críticas às opções ideológicas e ao modo de condução da economia do governo Dilma. Também prometeu se empenhar para que a vantagem da petista sobre Aécio na região Norte seja reduzida.

TUCANO

A imprensa nacional frisou que esta seria a primeira vez que o líder pemedebista declara voto para o candidato tucano. “Fui líder do FHC, líder do Lula e líder no começo do governo da Dilma, mas sou economista. Vou dizer a vocês com muita sinceridade: do jeito que o governo está tocando a economia, não voto no PT, não voto na Dilma”, discursou. “A gente tinha duas opções de voto: era o Aécio e o Eduardo. Hoje perdemos uma. Não quero influenciar ninguém, mas eu vou falar meu voto. Eu vou votar no Aécio”.

CONVERSA

Jucá afirmou que Aécio já supera as intenções de voto de Dilma no Sul e Sudeste, mas perde com folga no Nordeste, Norte e Centro-Oeste. “Se depender de mim, Roraima vai diminuir um pouco esta vantagem”, afirmou, complementando que “tem conversado com Aécio” e, no caso de vitória tucana, existiriam tratativas para que sejam ajustadas as legislações de PPP (Parceria Público-Privadas) e de licitação e para que seja resolvido o “problema da legislação de licença ambiental”.

GALHOS

Não é de se estranhar a postura de Jucá. Ele também foi líder do governo de Fernando Henrique Cardoso no Senado. Em 2003, após a vitória de Lula, o senador trocou o PSDB pelo PMDB e tornou-se vice-líder do governo. Com o PT no poder, foi líder no Senado entre 2006 e 2012, nas gestões de Lula e Dilma. Para justificar estas “puladas de galho”, ele disse que se tornou especialista em buscar soluções quando um “bando de gente briga” e ele aparece “construindo uma solução”. É mole?

 

.: Leia Mais :.
19/08/2014
15/08/2014
14/08/2014
13/08/2014
12/08/2014
08/08/2014
07/08/2014
06/08/2014
05/08/2014
31/07/2014
30/07/2014
29/07/2014
25/07/2014
24/07/2014
23/07/2014


.: COMENTÁRIOS :.


Nome:   
6166-cfpf                          Data: 07:46:58 - 20/08/2014
parabens juca por declarar voto ao Aecio, se ele nao ganha estaremos perdidos, pois o PT acabou com a economia, acabou com a segurancao juridica nao pais e interfere diretamente na liberdade de imprensa. FORA PT , FORA DILMA E ANGELA

.: Publicidades :.






Assinatura Voltar à Página Principal Denúncias Classifolha Fale Conosco Voltar à Página Principal
Copyrigth © 2014 - Folha de Boa Vista - Todos os Direitos Reservados
Voltar à Página Principal Classificados Denúncia Expediente Assinatura Voltar à Página Principal