Por Folha Web
Em 18/01/2017

VIOLÊNCIA   
O leitor Gerson Marinho encaminhou o seguinte e-mail: “Ultimamente, o índice de criminalidade no Município de Rorainópolis ganhou proporções alarmantes com uma série de execuções misteriosas. A população, que já vivia receosa com o aumento dos assaltos e arrombamentos em residências, agora vive o pavor destes homicídios de forma sinistra. Algo que já vínhamos alertando há meses acabou por tirar o sossego das famílias, frente à omissão das autoridades em combater o crime organizado no município”.

VIOLÊNCIA 2
Ainda sobre o mesmo assunto, a leitora Kayla Amorim opinou: “Aonde vamos parar com tanta violência? Cadê a segurança do nosso Estado? Coloquem mais viaturas nas ruas, priorizem também a ronda ostensiva em bairros mais distantes, priorizem também as escolas, espaços públicos, áreas de lazer, pontos que sempre estão sendo observados pelos bandidos para atacarem a população. Está insuportável essa falta de segurança!!

DISTRITO
 “Os municípios que integram a região Sul já necessitavam de um distrito instalado em uma destas localidades para apurar e dar segmento a estes crimes que ocorrem na região, e assim possibilitar a celeridade na elucidação destes casos. No passado, inclusive, foi prometida a implantação de uma unidade do IML em Rorainópolis, o que nunca aconteceu. São promessas que ocorrem em época de eleição para enganar a população”, escreveu internauta Laerte Queiroz da Silva.

SELETIVO
Em relação à matéria “Candidatos formam fila gigante para processo seletivo da prefeitura”, o leitor identificado como Fábio relatou: “Existe um concurso em vigor (prorrogado até setembro de 2018) para as mesmas vagas (cuidador, assistentes de alunos, entre outros) e a Prefeitura não chama, prefere fazer um seletivo na atividade fim. Penso que isso é ilegal. Será que teremos a manifestação de algum órgão fiscalizador?”.

Comentários
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!