Por Denise Rohnelt Araujo
Em 30/12/2017

EDITORIAL

Estamos encerrando mais um ano e temos que acreditar que 2018 será um ano bom, de transformações e de muita seriedade.

O ano de 2017 foi de muito trabalho e muitas alegrias. Foram muitas viagens que a coluna Letras Saborosas fez e trouxe novidades para vocês, caros leitores.

Estivemos em Belém, mesmo sem ter acontecido o festival Ver o Peso da Cozinha Paraense, fomos buscar novos ingredientes e mostrar a importância deste evento gastronômico para a cozinha brasileira com a hastag #euapoiovop2018. Então anotem na sua nova agenda, o festival já tem data para acontecer, será de 31 de maio a 3 de junho de 2018, será o 15º ano do evento que terá o tema “BELÉM, MARAJÓ, SALGADO, TAPAJÓS E XINGU – Os incríveis sabores do Pará de norte a sul”

Fomos conhecer de perto a gastronomia da Catalunha com o grupo de Food Safari do chef Paulo Machado e vimos de perto ingredientes e sabores da cozinha catalã como a variedade de tomate, as azeitonas arbequinas, uma plantação de açafrão, vinhos, cavas, presuntos e muito mais. Recomendo as viagens Food Safaris para quem quer aprender mais sobre a gastronomia de vários lugares, no próximo ano além da Catalunha, vai ter México, São Paulo, Pantanal, Serra Gaúcha, Amazonas, Lima- Peru, Paraíba. Acompanhem os roteiros pelo site: www.brasilfoodsafaris.com.

Ainda em 2017 fizemos a curadoria gastronômica de dois eventos, um em São Paulo com o químico catalão Pere Castells que veio ao Brasil falar sobre o livro “La Cocina del Futuro”. Em Manaus fiz a curadoria da segunda edição da Feira Internacional de Gastronomia Amazônica – FIGA, que além de ter nomes nacionais e internacionais para as aulas-show, teve a presença de jornalistas de vários veículos brasileiros.

A minha pesquisa sobre os vários tipos de tucupi foi apresentada em Brasília, Manaus e Belo Horizonte.

E finalizando o ano encerrando a organização das receitas do livro da escritora gastronômica Roberta Malta Saldanha que é autora de 10 livros de gastronomia e que em 2018 irá lançar um sobre ingredientes e a cozinha brasileira com receitas de norte a sul do país.

Teve muito mais histórias e novidades, mas teria que escrever uma revista, ao invés de uma coluna de jornal.

Brincadeira à parte, quero agradecer todos que participaram em algum momento da vida desta colunista e que acrescentaram mais conhecimento à coluna Letras Saborosas.

Obrigada ao jornal Folha de Boa Vista pela parceria nesses sete anos da coluna no jornal.

Finalmente, quero agradecer aos caros leitores, que são muito importantes para mim, fico feliz de saber que gostam da coluna e que reproduzem as receitas nas suas casas. Quero deixar registrado que estou à disposição para tirar dúvidas e até desenvolver receitas que sejam sugeridas por vocês.

Teremos nesse ano de 2018 muitas receitas, eventos e grandes descobertas, sempre com muitos sabores, aromas e temperos. Hoje encerro a coluna sem receita, apenas com fotos de alguns pratos que estão no guia de receitas de 2017. Assim fica mais fácil para pesquisar e procurar no site sua receita predileta, basta acessar o site: www.letrassaborosas.com.br.

A coluna entra de férias e volta em fevereiro, aguardo vocês na minha cozinha aqui no Extremo Norte brasileiro.

Até 2018!


GUIA DE RECEITAS 2017

RECEITAS DOS CHEFS: Bolovo e Torta prática de ricota – Ana Spengler; Torta de chocolate sem glúten – Carla Müller de Carvalho; Castanhada com calda de licor de jambu e Purê de pupunha com pirarucu frito – Daniela Martins; Hô’e Xanena Xupu (caldo de peixe com mandioca) – Kalymaracaya chef Terena; Risoto de frutos do mar – Fabio Lazarinni; Creme Brulée de Cumaru – Raquel Novais; Torta vegana de palmito com massa de grão de bico e Sorvete saudável de frutas vermelhas e banana – Desiree Maistro; Pato do Imperador – Paulo Martins; Cachapa venezuelana – Lorenzo Bastardo; Sobrecoxas de Frango “Prazeres do Cerrado” – Francisco Ansilero; Creme catalana com açafrão e amêndoa – Montse Freixa; Casquinha de Caranguejo – Eduardo Leão; Chibé de tucumã – Felipe Schaedler; Arroz de Rabada – Djalma Oliveira; Arroz de porco – Cidinha Lamounier; Fani – Miskui Quira (receita etnia Kambeba);

SALGADOS: Contrafilé com salsa de tomate com vinagre balsâmico; Salada de grãos de trigo; Dourada com tucupi e jambu; Lombo de bacalhau à puttanesca; Risoto de ervilha com gorgonzola; Bacalhau Gomes de Sá; Caesar Salad ou Salada do Caesar;
Lentilha com cenoura e alho porró; Chuchu recheado; Frango com legumes; Patinhas de caranguejo com farofa; Mjadra – arroz com lentilha e carne moída e Torta de bacalhau.

DOCES: Brigadeiro Vegano; Pé de Moleque na folha de bananeira; Mousse de açaí com farinha de tapioca; Bolo de milho com coco; Bolo da fortuna e Marshmallow de cupuaçu.

BEBIDA: Gin das chefs.

Patinhas de caranguejo - Pato do Imperador - pé de moleque - Prato indigena - Salada de trigo em grãos

Denise Rohnelt Araujo
jornalista@teste.com.br
http://meusite.com.br
Aqui ficará as informações sobre o colunista e a coluna.
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!