Por Shirley Rodrigues
Em 25/11/2017

Com Nada 
* Um vídeo de duas crianças (de 12 e 14 anos) se beijando na boca durante o aniversário de um deles viralizou na internet, desde a madrugada de quarta-feira, 22. Mas, pior mesmo, foi a versão pornográfica do “parabéns pra você” cantada pelos convidados, pelo próprio aniversariante e o namorado dele.

Com Tudo 
* Acontece neste sábado, 25, em Boa Vista mais uma etapa da Campanha Municipal de Vacinação Antirrábica e o Pátio Roraima será um dos postos de vacinação, onde os donos dos animais (cães e gatos) poderão levá-los para receber a dose de imunização gratuita, que ocorrerá na área externa do shopping, das 8h às 17h.

A digital influencer Thuany Azevedo foi aproveitar as super promoções do Black Friday no Pátio Roraima Shopping. Na foto, ela divide o clic com Aline Aguiar (gerente de Marketing) e Fabiano Guerra (superintendente do empreendimento)

Cantata
* A tradicional Cantata de Natal do Instituto Batista de Roraima (IBR) vai acontecer este ano no Pátio Roraima, com o tema “Procurando o Rei”. A mensagem principal do musical é contar às crianças e adultos o verdadeiro sentido do Natal.
* Serão 400 alunos que estarão envolvidos, incluindo alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental. Este ano, a Cantata contará ainda com a participação especial de 25 pais. O espetáculo é gratuito e acontece neste sábado 25, às 19h30, no estacionamento da C&A.

Vestibular I
* Quem deseja começar 2018 fazendo curso Superior deve aproveitar e se inscrever no Vestibular Cathedral 2018.1. A prova será aplicada na tarde de hoje, 25, às 16h, na própria instituição (Caçari). E os interessados podem fazer inscrição até as 14h de sábado.
* Estão sendo ofertadas 480 vagas nos cursos de Administração, Biologia, Contabilidade, Direito, Farmácia, Fisioterapia, Odontologia e Psicologia. O resultado será divulgado na página oficial da Faculdade Cathedral (www.cathedral.edu.br) e as matrículas terão início no dia 27.

Ana Claudia Reis, coordenadora de Apoio da Faculdade Cathedral (uma espécie de prefeita do campus), está de aniversário neste domingo, 26

Vestibular II
* Ainda sobre as inscrições do vestibular da Faculdade Cathedral que seguem até este sábado, estas serão realizadas no site da Faculdade autenticadas na Secretaria Acadêmica, bloco Administrativo, localizado na Avenida Luís Canuto Chaves, bairro Caçari.
* O horário de inscrição neste sábado, 25, data da prova, será das 9h às 14h. Os candidatos não residentes em Boa Vista podem efetivar inscrição via Fax e/ou Procuração.

Leilão
* A Receita Federal local realiza no dia 4 de dezembro um leilão regional virtual de mercadorias apreendidas, entre as quais, celulares, notebooks, perfumes e roupas, num total de 163 lotes.
* O leilão, que também disponibilizará partes e peças de automóveis, relógios e veículos, abrangerá todo o país a visitação dos lotes poderá ser feita de hoje até o dia 30 durante o expediente normal, na sede da Receita.

Juliane Kátia Cerino - filha da Dra. Etiane Kátia e do Dr. Pedro Cerino, também está aniversariando neste domingo, 26

#Rápidas
* Inaugurando idade nova hoje Alicia Dell Valle (amada sobrinha da Colunista), Dr. Jader Linhares, Mariana Vieira e Domingos Fernandes.
* Amanhã quem recebe quilométricas homenagens por conta de sua troca de data é Nazaré Cruz (Departamento Pessoal da Folha).
* Também de aniversário domingo Almecir Câmara, desembargadora Tânia Vasconcelos, George Farias, Patrice Lucena, Elismara Nascimento e Samuel Oliveira Filho.
* As provas do Vestibular 2018 da Universidade Federal de Roraima (UFRR) serão aplicadas neste domingo, 26 de novembro, para 9.916 candidatos que concorrem a 811 vagas, em 38 cursos de graduação.

  Perfil  

Sandra Mara de Paula Dias Botelho: “Acredito no poder de transformação do ser humano por meio da Educação.”

* Mestre em Educação pela Universidade Federal do Amazonas, a primeira mulher a assumir a Reitoria do IFRR (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima), Sandra Mara de Paula Dias Botelho, é formada em Letras com habilitação em Língua Portuguesa e Inglesa pela Universidade Federal de Roraima e ingressou no Instituto, ainda como Escola Técnica da rede de ensino do Território Federal de Roraima, em 1980. Neste mês de novembro, ela completa mais um ano de história, desta vez à frente da maior instituição de ensino técnico do extremo Norte do país.

*Primeiro ano de gestão do IFRR, em um momento em que o Brasil tem passado por uma grave crise, com cortes financeiros por parte do Governo Federal. Como foi iniciar esse trabalho nestas condições?
Não está sendo fácil, pois muitas ações antes planejadas estão sendo replanejadas. Esse tem sido o maior desafio da nossa equipe até o presente momento. E infelizmente já temos sinalizado que o ano de 2018 não será diferente.

* Dentro das propostas que apresentou durante a campanha para Reitoria, que ações já puderam ser executadas no IFRR?
Com o fator econômico, que freou nossas propostas para todas as áreas (Pessoal; Administrativa; Ensino, Pesquisa, Inovação Tecnológica e Extensão; Assistência Estudantil; Mobilidade Acadêmica; Intercâmbio; e Desenvolvimento Institucional), a equipe do IFRR tem se concentrado em trabalhar incansavelmente para que a prestação de serviços às comunidades interna e externa permaneça de excelência.

* Esta é a primeira gestão feminina do IFRR, depois de 24 anos de criação. Que diferencial uma reitora pretende imprimir na instituição?
Não só fortalece o empoderamento feminino como legitima a necessidade de transformação. Mas, acredito que não há bem um diferencial a ser impresso. Talvez a forma de abordagem no cotidiano para bem servir ao público.

* Recentemente o IFRR lançou a lenha ecológica, um tipo de material que pode contribuir para redução de impactos ambientais na área industrial. Que resultados já foram alcançados com esse produto?
O maior resultado é que ao depositar o pedido de patente da lenha ecológica, a instituição colocou à disposição da sociedade um produto elaborado num processo de responsabilidade social, reforçando a articulação entre educação, ciência e tecnologia.

* Sobre as obras do campus voltado para atender a zona Oeste, qual a previsão de entrega para a população?
Estamos certos de que a ocupação do prédio ocorrerá agora no mês de dezembro, com a recepção dos alunos para o início do ano letivo/2018.

* O IFRR está planejando a implantação de um Centro de Idiomas. Em que pé está esta proposta?
Essa é uma demanda urgente para atender principalmente nossa comunidade interna na oferta de línguas estrangeiras modernas, indígena e libras. Esperamos que, até o final do primeiro semestre de 2018, possamos implantar o nosso Centro, que também atenderá à comunidade externa.

* Dentro desta temática, temos acompanhado a ação no IFRR, no sentido de contribuir para a inclusão social dos migrantes venezuelanos, com cursos de português. Há previsão de ampliação de vagas?
Essa foi uma iniciativa do Campus Boa Vista, que contou com o auxílio voluntário de um professor da UFRR e de um estudante do nosso curso de licenciatura em Letras (Espanhol), atendendo não só aos venezuelanos, mas a migrantes haitianos e cubanos também. Foram quatro turmas de 30 alunos, mas somente 89 alunos conseguiram concluir com êxito esse curso. Esse curso vai ao encontro da missão do IFRR, mas a ampliação de vagas dependerá da disponibilidade da carga horária dos professores de língua portuguesa, pois é um trabalho voluntário.

* Em 2018, o IFRR completa 25 anos, entre o período de Escola Técnica e Cefet. Quais conquistas podemos destacar nesse período e as próximas metas?
Acreditamos que a maior conquista ocorreu com a expansão da Rede Federal, que oportunizou a muitos alunos estudar em uma instituição pública, gratuita e de qualidade, sem que precisasse deixar o seu lugar de origem, a exemplo dos campi Novo Paraíso (Caracaraí) e Amajari. Ainda há muito por fazer. Mas atualmente precisamos de apoio para manter, pelo menos neste ano e em 2018, todas as unidades em pleno funcionamento e com garantia de investimentos para infraestrutura.

* Já há algo planejado para a comemoração das Bodas de Prata do IFRR?
Já estamos com uma Comissão formada que cuidará das ações desse evento. Ainda não posso revelar o que será feito, senão perde o glamour.

* Em tempos de alta velocidade das novas tecnologias e em que as pessoas têm usado cada vez mais as redes sociais para se informar e até viver (virtualmente), que mensagem a senhora deixa a respeito da importância da educação e formação profissional?
Acredito no poder de transformação do ser humano por meio da Educação. O uso de novas tecnologias e redes sociais para a formação profissional é uma realidade do nosso tempo, com a qual temos que conviver, para que não fiquemos “fora da caixa”. E o tempo urge!

Shirley Rodrigues
shirleyfolha@hotmail.com
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Social
+ Ler mais artigos de Social