Por Shirley Rodrigues
Em 11/11/2017

Com Nada 
* O Município de Caracaraí está numa situação grave há algum tempo. São várias pessoas já diagnosticadas e muitas outras com sintomas idênticos, o que leva a crer que está havendo mesmo um surto de malária na Cidade Porto. A doença, que é transmitida pelo mosquito anopheles, causa febre alta, dores no corpo, ataca órgãos internos, principalmente o fígado e, se não tratada a tempo, pode levar a óbito.

Com Tudo 
*Policial de carreira, ela vem de uma família de profissionais da segurança pública (mãe, pai, marido). É linda, atuante, competente e extremamente dedicada ao que faz. Estamos falando da nova Secretária de Segurança Pública, delegada Giuliana Castro Lima, a melhor escolha que a governadora Suely Campos poderia ter feito para esse cargo. Ela merece e a população de Roraima também.

 A Banda Luna - atualmente formada por Wylliams Carvalho (baixo), Rodrigo Santos (percussão), Eduardo Kaduh (guitarra), Ronny Alcântara (bateria), Jean Carlos e Keila Sousa (vocais) e Gil Sabóia na direção e produção musical - celebra 13 anos de muita alegria nas noites roraimenses

É Hoje
* Logo mais, às 20h de hoje, 11, acontece o show da cantora Tiê, no Pátio Roraima Shopping, numa realização da Usina da Arte. Todas as mesas esgotaram e restam apenas alguns ingressos pista.
* O espetáculo musical terá o pré-show de Vinicius Tocantins e participação especial de Jânio Tavares. Informações: 98116-1310

Zumba
* Um evento que mistura dança, cores, música e muita diversão acontece neste domingo, 12, no Pátio Roraima. O Zumba Colors é uma ótima oportunidade para se divertir enquanto se exercita.
* E, claro, com a ajuda de profissionais treinados e a participação de amadores. O evento vai acontecer no estacionamento da C&A, a partir das 16h, e o ingresso pode ser adquirido na hora por R$ 30.

Os jovens médicos roraimenses, Ribamar Lima Jr e Rutila Praxedes Rithler, já passaram em dois concursos púbicos para a alegria de suas famílias

Beneficente
* Nos dias 24 e 25 de novembro acontecerá o tradicional Bazar do Desapego. Neste ano, a edição será no Garden com uma ação social, na qual, para fazer as compras, basta levar 1 kg de alimento não perecível
* Essa é uma oportunidade de comprar roupas/sapatos novos e seminovos com ótimos preços e ainda ajudar quem precisa. Na sexta, 24, o funcionamento será das 18h às 22h e no sábado, 25, das 10h às 18h. Não será aceito cartão de débito. Só crédito a partir de 200 reais e parcelado em duas vezes a partir de 400.

Evolusamba
* O roraimense Carlos Daniel, também conhecido como Xuxinha da Trans, por imitar a Xuxa no programa de Rádio Café com Bobagens, está a mil na divulgação de um grupo de samba e pagode.
* Trata-se do Grupo Evolusamba, cujas músicas já estão começando a tocar nas rádios e está com agenda cheia para shows.

 Ana Ilza Magalhães Assen recebendo homenagens por conta de sua troca de data

#Rápidas
* Inaugurando idade nova hoje Cinelande Melo, Ilmar Ferreira Leite e Geraldo dos Anjos.
* Amanhã quem troca de data é a maravilhosa cerimonialista Hildete Albuquerque, recebendo quilométricas homenagens.
* Também trocando de data no domingo em dose dupla são os irmãos Rodolfo Stener e Edgard Hoover de Souza Cruz.
* Ainda de aniversário no final de semana Geyza Holanda, Elza Bezerra da Costa Nunes e Astrid Mattos.
* Bruna e Jessé Mota inauguram neste sábado seu Restaurante e Soparia Fogão a Lenha 2, na Rua Laura Pinheiro Maia, 2124, Santa Luzia, a partir das 19h30.

 Perfil 

Hugo de Leon: “Tudo posso Naquele que me fortalece”

Hugo de Leon Guimarães nasceu em Palmas no Tocantins, mas viveu parte de sua infância e adolescência em Rorainópolis, região Sul de Roraima. Por aqui começou a ter o primeiro contato com o voleibol, chegando inclusive a participar de uma das edições dos jogos escolares, quando suas qualidades como atleta despertaram a atenção de um técnico de um clube do Estado de Goiás. Jovem, com 1,98cm e decidido a seguir carreira como atleta, o vôlei abriu outras portas no cenário mundial, tanto que precisou trancar a faculdade de educação física que cursava aqui no Brasil. É casado com a brasileira Luciana Santiago Tavares Guimarães e pai de Samuel. Depois de defender alguns clubes estrangeiros, atualmente joga no Aluron Virtude Zawiercie, da Polônia.

*Por que veio de Palmas (Tocantins) para Rorainópolis (Roraima) e quantos anos você tinha?
Eu e minha família saímos de Palmas e fomos para Roraima, mais precisamente para o Município de Rorainópolis, porque meus pais estavam buscando melhor qualidade de vida e novas oportunidades, já que a cidade estava bem no início. Eu estudava, mas sempre quando dava ajudava meu pai em uma oficina e, em tempos vagos, aproveitava para jogar uma ‘pelada’ de voleibol.

*Quando foi seu primeiro contato com o voleibol?
Foi em Rorainópolis, aos 16 anos, jogando ‘pelada’. Mas quando tinha competições em Boa Vista, eu e amigos formávamos uma equipe e participávamos desses torneios.

*Em qual ocasião surgiu o convite para jogar fora de Roraima e qual era sua idade?
Foi no Campeonato de Seleções de Estado, quando eu estava com 17 anos e era um dos atletas da seleção de voleibol de Roraima. Durante esse torneio, o técnico da seleção de Goiás, Paulo Martins, me viu jogando e logo após o término de um jogo, me convidou para jogar na equipe Monte Cristo, em Goiânia. Fiquei surpreendido e feliz ao mesmo tempo.

*Saindo de Roraima para jogar em clubes no Estado de Goiás e longe da família, pensou em desistir?
Não, em nenhum momento pensei em desistir, pois acreditava e acredito nos propósitos de Deus na minha vida, independente das circunstâncias e, claro, com apoio da minha família mesmo longe me confortava.

*Quanto tempo passou jogando em Goiás e de lá você foi pra onde?
Foram quase sete anos jogando pelo time de Monte Cristo e, depois de vencermos a Superliga B de Voleibol, toda a equipe se mudou para Montes Claros, em Minas Gerais, para competir a Superliga A.

*E quanto ao convite para jogar fora do Brasil?
O primeiro convite foi para jogar no Club Bank Jateng, na Indonésia, o que aconteceu graças a um colega meu de trabalho que já estava lá. E aceitei de início, pois percebi que poderia conquistar meu espaço como atleta e graças a Deus é o que eu tenho feito e conseguido.

*O que você leva em consideração ao decidir jogar por um clube?
Primeiramente, em qualquer lugar aonde vamos, sempre vamos com direcionamento de Deus, depois o que pode pesar na decisão é a estrutura que o time pode oferecer para que eu possa ir com minha família (esposa e filho) e, claro, nas demais decisões de time e países que tenha uma boa visibilidade para meu trabalho.

*Por quais países e clubes você já passou como atleta de voleibol?
Além do Bank Jateng, da Indonésia, joguei nas equipes do Lamía e do Panathinaikos, da Grécia; Lupi Santa Croce, da Itália; e agora defendo o clube Aluron Virtu Zawiercie, da Polônia.

*E a Seleção Brasileira de Vôlei?
Como todo jogador sonha jogar um dia na seleção, comigo não é diferente. Um dia, se Deus permitir, estarei defendendo a nossa seleção brasileira. Sei de jogadores que jogavam em clubes fora do Brasil e, por conta do desempenho em quadra, foram convocados para a seleção brasileira.

*E sua família?
Minha família é minha base, meu porto seguro. Meus pais, irmãos e parentes sempre me deram apoio, torcem muito por mim. E ainda moram em Rorainópolis. Mesmo eu morando fora do Brasil, sempre que possível, nas minhas férias, eu, minha esposa e nosso filho passamos um tempo em Roraima e em Goiânia, onde mora a família da minha mulher.

*Qual frase ou mensagem você sempre tem em mente?
“Tudo posso Naquele que me fortalece” (Filipenses 4:13)

Shirley Rodrigues
shirleyfolha@hotmail.com
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Social
+ Ler mais artigos de Social