Por Moara Albuquerque
Em 07/05/2018

Chega de pinga-pinga!

A época de chuvas já chegou em nossa cidade e com ela vieram também as temidas goteiras. Saiba como fugir desse problema no artigo desta semana!

O telhado pode parecer perfeito, mas isso não significa que ele está cumprindo a sua tarefa primordial, que é proteger. Na hora de uma chuva forte temos uma surpresa nada agradável, goteiras e “cachoeiras” para todo lado. Vira um corre-corre de balde para lá, pano para cá, que só acaba quando a chuva termina.

A cobertura de um edifício é responsável por garantir a vida dos moradores e dos elementos que compõem a construção, como forros, pisos, paredes e revestimentos. Quando o telhado não é capaz de cumprir essa tarefa começam a aparecer as temidas goteiras, manchas e infiltrações.

Uma coisa pode desencadear outra: pintura danificada, forro manchado, madeiras do telhado apodrecidas – tudo isso pode ser consequência de água vinda do telhado.

Como solucionar? Deve-se, primeiramente, buscar encontrar a origem do problema. Normalmente, deve-se a telhas quebradas, deslocadas pelo vento, um telhado executado de maneira incorreta ou mal dimensionado.


Cuidado com os encontros do telhado. O rufo é essencial para evitar infiltrações entre a parede e telhado.

O segundo passo, então, é trocar as telhas quebradas e realinhar aquelas que foram deslocadas pelo vento. Porém na maioria das vezes a solução não é tão simples, pois a fonte do pinga-pinga é a inclinação insuficiente do telhado.


Mantas: opção para corrigir erros de inclinação e prevenir goteiras pontuais por deslocamentos de telhas. Não substitui uma manutenção periódica do telhado. Mais um ponto positivo: ajuda a diminuir a temperatura do ambiente interno!

Cada tipo de telhado e cada modelo de telha tem uma inclinação correta para que se consiga escoar toda a água. A correção pode ser feita através de uma subcobertura (manta), porém, caso o erro seja grande, a única solução é refazer o telhado.

Dica: Não abra mão de um projeto para o seu telhado! É com o projeto e seus cálculos necessários que se determina o ângulo da estrutura do telhado, que seja compatível com o modelo da telha escolhida.

Outra fonte de erros é o mau dimensionamento de calhas, que recebem a água dos recortes do telhado. Se mal instaladas ou mal dimensionadas, podem gerar vazamentos para a parte interna da casa.


Calhas entupidas ou mal dimensionadas podem ocasionar goteiras

Faça uma inspeção no seu telhado anualmente antes da época das chuvas. Faça a limpeza e troca das calhas danificadas anualmente, bem como a manutenção de toda a madeira. Lave as telhas de barro que tem lodo e troque telhas antigas. Telhados com mais de 10 anos precisam, na maioria das vezes, de uma troca e verificação de toda a estrutura.

Moara Albuquerque
contato@opendoor.arq.br
Moara Albuquerque é arquiteta da OpenDoor Arquitetura, uma empresa voltada para a criação de projetos comerciais e clínicos.
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Decore+BV
+ Ler mais artigos de Decore+BV