Por Moara Albuquerque
Em 11/09/2017

Olá, Leitor! Aqui, na Decore+BV, você vai encontrar dicas e soluções de arquitetura, decoração e design que você possa aplicar no seu dia-a-dia, fornecidas pela arquiteta Moara Albuquerque.
Aproveite!

Somos a OpenDoor Arquitetura, uma empresa voltada para criação de projetos comerciais e clínicos, criada com o intuito de promover a marca de nossos clientes com inovação e qualidade.


COMPOSIÇÃO DE QUADROS PERFEITA

Um passo a passo com truques para você não fazer feio na sua parede!

Quadros e fotografias dão o tom de qualquer ambiente e conseguem transformar uma parede simples em algo belíssimo. O problema é achar que tudo vai ficar perfeito apenas pendurando-os na parede de qualquer jeito – a mágica acontece quando você faz uma composição planejada! Confira a seguir:

Crie um fundo neutro

Escolha um fundo neutro para que a sua composição tenha destaque e não haja poluição visual. Branco e tons de cinza funcionam muito bem.

Escolha um tema central

Escolha imagens que lhe agradem e que tenham a ver com a sua personalidade e estilo de vida. Não precisa ser quadros que retratem a mesma coisa, mas sim que transmitam a mesma ideia – o legal é fugir do óbvio e passar a mensagem através de toda a composição com imagens diferentes!

Dica: Você não precisa usar apenas quadros! É possível utilizar outros objetos para fazer a composição com as imagens. Esculturas, pratos decorativos, molduras vazias, relógios, use o que sua imaginação disser! O resultado final fica interessante e com um efeito incrível.
 


Cores similares favorecem a harmonia final

Depois de escolher o tema central, veja se a composição de imagens está harmônica. Algo que ajuda as imagens “combinarem” é ter pelo menos uma cor que se repita nos quadros.
 
Ordem e organização

Para que o resultado final fique harmônico, é importante que os quadros estejam alinhados entre si em algum eixo. Mesmo quando parece que eles estão pendurados de qualquer maneira, não se engane, a composição está seguindo sim alguma regra – há um eixo predominante de alinhamento ou então cada quadro se alinha com o vizinho de alguma forma.

Para lhe ajudar, colocamos a ilustração feita pela dcoracao.com, representando os esquemas mais utilizados:


Coloque na altura ideal:

Faça a composição na altura dos olhos – o centro dos quadros deve estar a 1,60m do chão (altura dos olhos).

Quando a composição estiver acima de algum móvel, a parte debaixo deve estar 30 cm acima dele, para seu volume não interferir no conjunto. Se for acima do sofá ou cama, suba um pouco mais para ninguém bater a cabeça nas obras.

Monte uma prévia

Antes de sair furando a parede, monte a composição no chão e veja como ficou. Tire uma foto, mude um quadro para lá, outro para cá, e tire foto novamente. Ao final, reveja as fotografias e escolha a composição que mais lhe agradar.

Para garantir:

Se quiser ter certeza de que tudo ficará perfeito, repita a composição escolhida na parede, grudando papel kraft cortado no tamanho dos quadros. Meça com uma trena ou fita métrica onde fica o prendedor do quadro e desenhe uma bolinha no papel – é ali que você irá fazer o furo.

  Gostaram das dicas? 

Mande seus comentários e suas dúvidas para o e-mail contato@opendoor.arq.br, com o título DECORE+BV. A sua dúvida ou sugestão pode ser o tema do próximo artigo da nossa coluna!Abraços e até a próxima semana!

Moara Albuquerque
contato@opendoor.arq.br
Moara Albuquerque é arquiteta da OpenDoor Arquitetura, uma empresa voltada para a criação de projetos comerciais e clínicos.
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!