Por Moara Albuquerque
Em 26/06/2017

  COMO ESCOLHER O PAPEL DE PAREDE IDEAL  

Descubra como escolher o papel de parede ideal para a sua decoração

Dar uma aprimorada na decoração pode ser algo até simples, e com alguns truques o ambiente pode ser transformado. Porém, nem sempre a dica do (a) amigo(a) pode funcionar no seu lar. Isso pode acontecer com os papéis de parede, em que as variações de texturas e estilos são ótimas para compor diferentes linhas decorativas, mas existem tantas opções que é aí que as dúvidas começam a surgir. Quer saber como acertar na escolha do revestimento? É só ler atentamente o nosso artigo!

Cada parede pede um tipo específico de papel

Papel de parede 3D

As diferenças dos papéis de parede não estão apenas nas cores e padronagens. O material do produto também é variável e pode alterar as configurações de instalação e de ambientes. Confira alguns dos tipos principais:

Tradicional: é um papel de verdade – composto de celulose, este papel de parede é, portanto, recomendado para ambientes secos e sua limpeza pode ser feita com um pano úmido.

Vinílico: é resistente à luz e à umidade, visto que é fabricado em PVC. É a escolha certa para ambientes mais úmidos e possui alta durabilidade e pode ser limpo com uma esponja. Por isso, é ideal para ambientes como cozinhas e banheiros.

TNT: este material tem a característica de imitar um tecido, proporcionando efeitos incríveis. A higienização deve ser realizada com detergente.

Os papéis mais lisos são indicados para as paredes de quartos, pois não acumulam poeira, enquanto que modelos tradicionais possuem muitas opções de texturas e são ideais para as salas, assim como os papéis em alto-relevo.

Os papéis mais delicados, como os em veludo, também são próprios para salas mais elegantes e não devem ser aplicados em casas que tenham crianças ou animais, devido a sua delicadeza.

Dois tipos de papel de parede juntos para uma decoração estilosa e delicada

Escolha um papel que tenha a ver com você

Papel de parede divertido e colorido

Respeite o seu gosto e personalidade. Se você é uma pessoa mais clássica, um papel mais divertido não fará com que você se sinta confortável e vice-versa. Busque a harmonia no seu ambiente, mas opte pelo estilo de papel que reflita o seu gosto pessoal.

Observe a combinação de cores e estampas

Existem diversos tipos de papel de parede no mercado, e fica até difícil escolher qual usar no seu ambiente! O que você precisa fazer é ficar atento à harmonia entre as cores e as texturas, e avaliar se o papel combina com os móveis do ambiente onde será aplicado.

Uma dica é utilizar o papel mais chamativo em apenas uma parede, enquanto que nas outras, você pode usar uma variação mais sutil de alguma cor predominante no papel.

Você pode puxar as cores ou o estilo da estampa do papel para as almofadas e tecidos. Essa mistura de estampas pode ser feita utilizando os tons do papel e dão um ar mais arrojado à decoração.

Para facilitar na escolha das cores, sempre aproxime a cor ou tecido do papel de parede, para certificar de que a composição é harmoniosa.

Calcule a quantidade necessária

Seja comprando em lojas físicas ou pela internet, é fundamental atentar-se para a quantidade correta de papel. Alguns papéis têm diferenças sutis de tonalidades ente um lote e outro e, quando aplicados lado a lado, essa diferença fica extremamente evidente aos olhos. Assim, calculando bem a quantidade, você evita desperdícios e a falta de material durante aplicação.

Existem fabricantes que vendem por metro e outros que vendem por rolo. É preciso calcular corretamente a área, sem esquecer a altura do rodapé e do forro de gesso ou moldura.

Faça você mesmo!

Como aplicar o papel de parede
Materiais:
•    escada
•    tesoura
•    pano úmido
•    pano seco
•    fita métrica
•    espátula para cortar
•    estilete (afiado);
Para papel de parede sem adesivo você vai precisar também:
•    cola em pó (100g por cada 30m²)
•    água
•    balde para diluir a cola
•    rolo de pintura

Passo 1
Prepare a superfície deixando-a totalmente livre de sujeira e imperfeições. Lixe, se for necessário, e passe um pano úmido e deixe secar naturalmente.

Passo 2
Meça toda a área onde será aplicado o papel de parede e corte o papel nos tamanhos equivalentes que você irá precisar. Deixe sobrar cerca de 10cm na parte de cima e de baixo, para cortar o excesso exato depois.

Passo 3 (Caso use cola)
Se o seu papel precisa de cola, misture a cola em pó com a água num balde seguindo as instruções do fabricante. Depois, você deve aplicá-la com abundância no papel, do centro para fora, com um rolo de pintura.

Passo 4
Comece sempre a partir do teto, colocando a ponta do papel de parede e seguindo aos poucos com o restante para baixo. Use um pano seco para ir auxiliando na colagem, para que não fique bolhas no decorrer do processo. Cole com cuidado até o chão e verifique se não está torto.

Passo 5
Caso forme bolhas, fure com um alfinete até sumir a bolha. Passe um pano seco por cima para verificar se não há nenhuma imperfeição ou excesso de cola.

Passo 6
Para finalizar o processo, use a espátula para limitar firmemente o início e o fim do papel e, então, corte o excesso com estilete.

Moara Albuquerque
contato@opendoor.arq.br
Moara Albuquerque é arquiteta da OpenDoor Arquitetura, uma empresa voltada para a criação de projetos comerciais e clínicos.
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Decore+BV
+ Ler mais artigos de Decore+BV