Por Folha Web
Em 18/03/2017

CAOS
Leitor que pediu anonimato reclamou do Hospital Geral de Roraima (HGR): “Há falta de vários medicamentos, tais como dipirona, omeprazol, buscopan entre outros. Há também a falta de jelco 24 (agulha). Caso o paciente precise de algum desses itens, ele é obrigado a comprar na farmácia que fica na frente do HGR”.

INDENIZAÇÃO
O leitor Felismino Nascimento questionou por que o Estado não processa as famílias dos presos que cometeram crimes contra pessoas de bem. “Se as mortes fossem provocadas por agente público, eu até concordaria com a indenização. Mas os caras se trucidaram por bel prazer de mostrar o poder entre as facções. É um absurdo”, comentou.

GALHADAS
Sobre o reajuste dos valores das taxas de coleta de entulhos e galhadas, o leitor Souza criticou o projeto de lei: “Vejo que, com o aumento das tarifas da retirada de galhadas, vamos ter um aumento no número de queimadas na cidade. Quanto aos entulhos, vejo que o número de lixões baldios também aumentará em nossa cidade. É um assalto aos nossos bolsos. Cadê nossos representantes que se dizem ao lado do povo?”.

RUA MIDIÃ
Sobre a nota “Esgoto”, na edição de ontem, 17, a Companhia de Águas e Esgotos de Roraima (Caer) informou que a Rua Midiã, no bairro Pintolândia, não possui rede de esgoto, mas será contemplada na próxima etapa de ampliação, a ser executada pela Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinf). “O esgoto que recebe a água da chuva é o pluvial, não sendo de responsabilidade da companhia”, frisou.

 

Comentários
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!