Por Folha Web
Em 12/10/2017

 ESPAÇO DO LEITOR 

FISCALIZAÇÃO
Sobre a matéria “Mesmo com alta na distribuidora, postos mantêm preços promocionais”, o leitor Jare Câmara comentou. "Gostaria que os setores responsáveis pela fiscalização dos postos de combustíveis fossem mais eficientes. Coloquei gasolina da promoção e meu carro está falhando. Os postos estão vendendo a R$ 3,68 e R$ 3,65. Essas gasolinas estão com água, não tem explicação para meu carro estar falhando".

REPÚDIO
O leitor João Pirão comentou sobre a matéria “Associação repudia ataque à juíza e defende atuação judicial independente”: "Nota de Repúdio muito válida. Já vi gente se intimidar com menos... Parece que em Roraima há uma história macabra que não sai à luz. Se o Judiciário também se calar, aí é que estamos completamente perdidos".

RETROATIVO
Os leitores José Maria Lira da Costa e Glaima Alves da Silva comentaram “Contas do governo são bloqueadas para pagamento de retroativo”. O primeiro disse: “Engraçado, todas as outras categorias recorrem de perdas salariais. Para os professores ninguém visa isso. Temos tantas perdas salariais. Em 2007 era de R$ 80 mil, de lá até hoje não se ouviu falar mais em nada". O segundo escreveu: "Interessante. Uma causa ganha há anos e o Estado diz que vai recorrer".

FALIDA
O leitor identificado por Rômulo comentou sobre “Codesaima tem mais de 160 candidatos por vaga”: “Para que serve mesmo a Codesaima? O matadouro possui equipamentos da época de sua inauguração, ou seja, sucateado, não gera qualquer tipo de lucro ao Estado. Pelo contrário, é uma estatal deficitária, e ano a ano se solidifica como cabide de emprego. Fazer concurso em uma estatal falida é brincar com recurso público. Busquem a história da Codesaima e veja sua decadência financeira. E ainda vão brincar de concurso para arrecadarem dinheiro sem terem como assumir uma folha de pagamento depois?”.

Folha Web
fale@folhabv.com.br
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Espaço do Leitor
+ Ler mais artigos de Espaço do Leitor