Por José Maria Neto
Em 23/03/2018

CONCURSO DA ASSEMBLEIA – ANÁLISE DO EDITAL

O edital do concurso da Assembleia Legislativa foi lançado na última semana e causou grande alvoroço no mundo dos concurseiros.

Assim, como eu sei que este concurso está na lista de desejo de muitos estudantes, convidei o Prof. Sílvio Fernando, coaching especialista em concursos, para fornecer algumas dicas valiosas para os leitores da coluna que pretendem passar neste concurso. Confira:

Fala, pessoal tudo bem?! Aqui quem fala é o Professor Silvio Fernando, coaching do Meta Cursos e Concursos.

Finalmente foi publicado o edital Assembleia Legislativa de Roraima com muitas vagas para diversas formações. Neste artigo analisaremos o conteúdo do edital e te darei dicas de preparação.

Muita gente está achando o edital Assembleia RR muito curto, haja vista que as provas já são em menos de 90 dias: 26 de junho.

De fato, é inconteste que esse ponto, mas a FUNRIO e a ALE -RR também aliviaram na cobrança das matérias. É possível observar, para a maioria dos cargos, um conteúdo bem enxuto para se estudar, sendo que as matérias mais presentes são Português e Regimento Interno.

Dessa forma, você não tem tempo a perder e já deve iniciar a pensar em sua preparação, ou melhor, iniciar a sua preparação. Com editais com provas curtas, como esse, nada melhor do que utilizar atalhos seguros para sua preparação.

De início registro que ela precisa ser focada, sem perda de tempo, sem “mimimi”. Estude pontualmente o que precisa ser estudado e, pronto!

Em termos de regimento interno, a disciplina que ministro no Meta Cursos e Concursos, a minha dica é: comece, desde agora, a estudá-lo! Sério: baixe o regimento e já comece a desbravá-lo, pois ele terá uma importância fundamental na sua aprovação, com o peso dois, serão vinte pontos no total.

Se você preferir estudar sozinho, minha recomendação é ler, diariamente, até a data da prova, a letra do regimento em pequenas partes, algo em torno de 15 minutos por dia. Realize marcações no texto, veja os pontos que as bancas gostam de cobrar mais, as palavras mais propícias. Se possível (não sei se você terá tempo pra isso), faça mapas mentais, pois eles ajudam e muito no estudo do regimento, vez que te dá uma visão mais conectada, global, além de tornar mais fácil a leitura do texto.

Não posso deixar de te dizer, claro, que no curso que eu ministro juntamente com o professor Neto de regimento interno da AL-RR você contará com nossa experiência em aulas das carreiras legislativas. Acredite: os regimentos mudam muito pouco de um para outro, tanto em nível estadual como em nível federal. Fato é que preparamos um curso focado, sem perda de tempo, dando atenção ao que realmente importa.

Pois bem: o edital trouxe algumas curiosidades como a ausência da cobrança da Lei Estadual dos servidores públicos do Estado, Lei 053, sendo cobrada somete para o cargo de Procurador. Como você pode conferir também causou estranheza a não cobrança da nossa Constituição Estadual. A grande surpresa foi a cobrança de noções de direito tributário e financeiro. Inconsistências são notórias no edital, e em alguns pontos parece que a banca estava elaborando concurso para Câmara Municipal e não para uma Assembleia Legislativa, principalmente nos conteúdos de Procurador, onde especificam situações inerentes aos Prefeitos e Vereadores. A cobrança específica de tributos municipais também ratificam as inconsistências citadas.

Por fim, a palavra de hoje é: organize seus estudos. Os planos bem elaborados levam à aprovação. Gastar alguns minutos organizando suas prioridades para o dia é um investimento.

 #HUMOR 

 #FIQUE LIGADO

- FUNDAÇÃO DO MEIO AMBIENTE

Sem fazer estardalhaço a FEMARH publicou, na última semana, a contratação da UERR para realizar seu novo concurso para o provimento de 97 vagas. Com isso, foi dada a largada para o lançamento do edital que deverá sair nas próximas semanas. Confira a seguir o documento publicado no Diário Oficial do Estado:

- PREPARATÓRIO BASA

Fique esperto: o Meta Cursos iniciou seu preparatório para o concurso do BASA. Se você pretende realizar esse concurso, antecipe-se e venha se preparar com a melhor equipe de Boa Vista. Não arrisque! Informações: 99901-1010.

#TESTE SEUS CONHECIMENTOS

(ESAF/CGU) Uma determinada autoridade administrativa, de um certo setor de fiscalização do Estado, ao verificar que o seu subordinado havia sido tolerante com o administrado incurso em infração regulamentar, da sua área de atuação funcional, resolveu avocar o caso e agravar a penalidade aplicada, no uso da sua competência legal, tem este seu procedimento enquadrado no regular exercício dos seus poderes

a) disciplinar e vinculado

b) discricionário e regulamentar
c) hierárquico e de polícia

d) regulamentar e discricionário
e) vinculado e discricionário
Resposta: Letra C

(Juiz Substituito/TJBA) O caráter preventivo da atividade da administração pública não é nota essencial do poder de polícia, uma vez que este pode agir repressivamente, como ocorre, por exemplo, quando o poder público apreende gêneros alimentícios impróprios para o consumo, após haver tomado ciência do fato somente depois da comercialização ou exposição à venda de mercadoria.
Resposta: Correta

José Maria Neto
jornalista@teste.com.br
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Folha Cursos & Concursos
+ Ler mais artigos de Folha Cursos & Concursos