Por Denise Rohnelt Araujo
Em 21/04/2018

ENTRADA

Um petisco muito apreciado em Roraima é o quibe de arroz. Durante muito tempo falavam que este quibe tinha surgido na nossa cidade com a vinda de famílias árabes para a região, e a receita era feita com arroz para substituir a falta do triguilho, conhecido como trigo para quibe.

Mas o quibe de arroz também é apreciado e típico da culinária acreana, sendo servido no café da manhã, lanche e como petisco à noite nos bares.

Originalmente era feito com carne de carneiro, sendo muito popular no Líbano e na Síria. O bolinho foi substituído por carne de boi no Brasil, temperado com pimenta síria e hortelã e pode ser servido cru, assado ou frito.

O formato, o tamanho e os ingredientes variam por causa dos diferentes tipos de quibes. No Iraque existe um tipo de quibe onde a massa (crosta) é feita de arroz, chamado de Kubbat Halab, que pode ter originado o quibe de arroz amazônico.

Como o arroz é um ingrediente versátil e pode entrar no preparo de vários pratos, resolvi trazer a receita para vocês, pois pode ser uma solução para aquela sobra de arroz.

Uma das receitas a que tive acesso é feita com a quirera de arroz, também conhecida como xerém ou farelo de arroz, mas pode ser feita com arroz tipo agulhinha.

Na próxima semana estarei numa incursão pela serra gaúcha, em busca de ingredientes e tradições culinárias. Acompanhem a viagem pelas redes sociais da coluna Letras Saborosas.

Até o próximo sábado!

 PRATO DO DIA   

Quibe de arroz

 INGREDIENTES: 

300g de arroz cru
500g de carne moída (patinho)
4 colheres de sopa de molho de tomate
1/2 cebola média em cubinhos
1 dente de alho
Colorau e sal a gosto
Cebolinha e coentro picados a gosto
Farinha de trigo para empanar
Óleo de milho para fritura de imersão

 MODO DE FAZER: 

Cozinhe o arroz com um pouco de colorau e sal, mexendo de vez em quando até ficar bem cozido, empapado. Reserve.

Em outra panela refogue a cebola e o alho, coloque a carne moída e deixe dourar, acrescente o molho de tomate, o coentro e a cebolinha, tempere com sal e pimenta do reino (opcional). O recheio deve estar bem seco.

Amasse com as mãos o arroz pronto e frio, molhe as mãos para não grudar a massa de arroz, abra em formato de disco, coloque o recheio de carne e feche no formato de quibe. Antes de empanar deixe por meia hora na geladeira para firmar os quibes. Retire da geladeira passe na farinha de trigo e frite por imersão em óleo bem quente.

Deixe a fritura escorrer para ficar bem sequinho, sirva quente.

 

PETISCOS

BLACK TRUCK DESATIVA SUA UNIDADE NA VILLE ROY

O paulista Guilherme da Mata, trouxe o conceito de food truck para Boa Vista em 2014 e foi o pioneiro na cidade, e assim nasceu a primeira hamburgueria artesanal.
Em 2015 abriu seu primeiro ponto na avenida Ville Roy, deixando o food truck para eventos.
Depois levou sua marca para o Shopping Pátio Roraima. Após três anos de operação, ele anunciou nas redes sociais que o ponto da Avenida Ville Roy foi fechado e avisa aos seus clientes que o Black Truck continua somente na praça de alimentação do shopping.

 

FESTIVAL FARTURA – COMIDAS DO BRASIL EM PORTO ALEGRE NO INÍCIO DE MAIO

Nos dias 5 e 6 de maio, no antigo hangar da Varig, agora localizado no Shopping Boulevard Laçador, acontece a segunda edição do Festival Fartura Comidas do Brasil. Participam do evento mais de 60 atrações gastronômicas de 12 estados brasileiros e mais de 15 apresentações culturais. Os visitantes terão a oportunidade de experimentar pratos, aprender com aulas teóricas e interativas, participar de cozinhas ao vivo e levar produtos e ingredientes para casa. O evento será no Sábado, das 12h às 22h e no Domingo, das 12h às 20h.

Entre os convidados já confirmados, chefs e personalidades gastronômicas de todas as regiões do Brasil. Do Sul, estão participando: Natalia Tussi, Antonio Costaguta, Marcelo Schambeck, Rafael Jacobi, Carlos Kristensen, Márcio Ávila, Marcelo Gonçalves, Xavier Gamez, Gabriel Rossi, Altemir Pessali, Leo Magni, Liliane Pappen e Orlando Kramer. Do Sudeste: o chef confeiteiro Lucas Corazza (SP), Michelle Tameirão (SP), a mixiologista Néli Pereira (SP), José Barattino (SP), Jaime Solares (MG), Raquel Munhoz (MG), o vencedor do Master Chef profissional Pablo Oazen (MG), Rafael Pires (MG), Silvana Watel (MG) e Rafael Tocchetto (MG); da região Centro-Oeste, Márcia Pinchemel (GO), Paulo Machado (MS), Eduardo Reis (MS) e Thiago Paraíso (DF); do Nordeste, Timóteo Domingos (SE), Ivan Prado (CE) e Roberto Freitas (RN); e do Norte, a boieira do Mercado Ver o Peso Eliana Ferreira (PA).

O evento conta com os seguintes espaços gastronômicos:

• Espaço Chefs, Restaurantes e Petiscos, Lanches e Doces: onde o público poderá experimentar pratos e aperitivos de renomados chefs e estabelecimentos de todo o país.

• Espaço Interativo: é para quem, além da teoria, também quer a aula prática, colocando a mão na massa e cozinhando junto aos chefs.

• Espaço Conhecimento: onde profissionais da gastronomia fazem palestras sobre casos de sucesso, pratos, receitas e produtos de várias regiões do país. E todo mundo experimenta.

• Cozinha ao Vivo: área destinada à demonstração ao vivo do passo a passo de produção, preparo e venda de receitas diferenciadas dos chefs convidados. É um show a parte!

• Produtos e Produtores: apresenta ingredientes e produtos pesquisados durante a Expedição Fartura.

Mais informações pelo site: www.farturabrasil.com.br

Ingressos: à venda a partir de 19 de abril, pelo site www.sympla.com.br/farturabrasil

Denise Rohnelt Araujo
jornalista@teste.com.br
http://meusite.com.br
Aqui ficará as informações sobre o colunista e a coluna.
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Letras Saborosas
+ Ler mais artigos de Letras Saborosas