Por Francisco Cândido
Em 16/08/2017

FAMÍLIA CABRAL DE MACÊDO
Personagens da nossa História – Orgulho de Roraima

Antonio Cabral de Macedo nasceu em 1885 no Rio Grande do Norte e, em 1903 foi para Manaus, no Amazonas, onde ingressou como Soldado da Guarda Nacional.

Em  1909, ao deixar a vida militar, veio para Boa Vista e passou a trabalhar em fazendas de gado no interior, quando conheceu e casou-se com a senhora Laura Moraes, com a qual teve 08 filhos: Isac, Epaminondas, Antonio Filho, Maria Ana, Idelvídia, Francisco, Rubem e Lauro Cabral.

Em 1924 faleceu a senhora Laura Moraes. E, ao ficar viúvo, Antonio Cabral casou-se com Suzete Moraes (prima de Laura), com a qual teve 10 filhos: Alcinda; Sebastiana (Caboquinha); Aldeides, Francisco, Hugo Cabral, Dílson, Carlos, Olga, e Jerônimo.

Então, mais uma vez Antonio Cabral ficou viúvo, e casou-se com a Professora Ana Libória Thury. O casal não teve filhos, mas a Professora Ana Libória cuidou de todos os 22 filhos dos casamentos anteriores de Antonio Cabral.


Antonio Cabral em 1932 situou a sua “Fazenda Pitombeira”, e dois anos depois, foi convidado pela firma amazonense J.G.Araújo, para administrar as fazendas desta empresa instaladas nas regiões do Uraricoera, Surumú e Parimé. Assim, para melhor desenvolver seu trabalho, ele escolheu para morar a “Nova Fazenda”, de onde  coordenava os trabalhos dos vaqueiros,  a criação e o embarque do gado para Manaus.

Em 1936 fundou outra fazenda, a “Itaipú”, onde morou por muitos anos. Em 1960 ele retornou para Boa Vista, deixando a Fazenda Itaipú com o filho Dilson Cabral de Macedo.

O senhor Antonio Cabral de Macedo faleceu no dia 19/03/1973.

Um dos filhos de Antonio (com a senhora Laura Moraes de Macedo) era o senhor Lauro Cabral de Macedo. Ele nasceu no dia 11/03/1916 na “Fazenda Titiá”, na região do Alto Alegre, e desde cedo ajudou o pai na lavoura e no manejo do gado, até instalar suas próprias Fazendas. E, na época  em que o pai gerenciava os negócios da Firma J. G. Araujo, o Lauro Cabral ia juntando algumas reses para formar o seu próprio plantel bovino. Assim foi com a Fazenda Uberaba, no Amajari, e a Fazenda São Luís, às margens do rio Parimé.

Lauro Cabral, quando jovem, foi convocado para servir ao Exército em Manaus e depois de quase dois anos retornou para Boa Vista  e seguiu  para o Garimpo do Tepequém.. Foi nesta época que ele casou-se com a senhora Maria de Nazaré Laranjeira de Macedo (excelente Parteira na região do Amajari).

O casal teve apenas 1 (um) filho: Luiz Larangeira (com “g”) de Macêdo, nascido no dia 07/10/1950. Mas, juntaram-se à família, dezenas de filhos adotivos. Maria de Nazaré prestou ação de acolhimento às crianças indígenas da região do Amajari, servindo de mãe acolhedora daqueles que necessitaram de cuidados e proteção materna.

Tempos depois a família instalou a “Fazenda Fortaleza” (hoje com o nome de “Fazenda Pesqueiro”), situada à margem esquerda do rio Acari, afluente do rio Amajari, onde os familiares moram até hoje.

A esposa Maria de Nazareth faleceu no dia 07/11/2012 e Lauro Cabral de Macêdo no dia 08/01/2014.

O filho de Lauro Cabral, o senhor Luiz Larangeira de Macêdo, é Técnico em Mecânica da CER – Companhia Energética de Roraima-, desde 1969, e Diretor Administrativo do “Sindicato dos Urbanitários de Roraima”, situado no Bairro Novo Planalto/Mecejana. Ele é casado com a Professora Nides Maria Silva de Macêdo, e tem os filhos: Gualter (chamado “Neto”, é cirurgião-dentista); Rogério (Advogado); e a filha Suellen (Advogada, casada com o Dr. Silvio Abadi, Promotor no Juizado das Pequenas Causas).  

Nesta reportagem, homenageio a empresária da área de Turismo, Shirley Cabral de Brito, e  em nome dela  homenageio todos os membros da Família Cabral de Macedo, em Roraima...

Francisco Cândido
franciscocandido@ibest.com.br
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Minha Rua Fala
+ Ler mais artigos de Minha Rua Fala