Por Francisco Cândido
Em 28/03/2018

RAMIRO FRANCISCO DA SILVA
- Gente da nossa gente, personagem da nossa História –

O caráter de um homem é a firmeza dos seus princípios. Ser útil o obriga a ser bom; ser bom o leva a ser firme; ser firme significa ser forte. E, nesse instante histórico em que se rareiam as abnegações pessoais desprendidas de alto idealismo, e no qual cresce a avassaladora onda de egoísmo; é salutar saber que há pessoas, mesmo já falecidas, que deixaram exemplos a ser seguidos por todos nós. Trilharam o caminho da vida e deixaram suas pegadas como a indicar qual o caminho a segui-lo.

Ramiro Francisco foi um exemplo de pessoa que soube dignificar sua família, seus amigos e à Sublime Ordem, a Maçonaria – na qual era Mestre Maçom, Grau 33º. Ele era filho do casal José Francisco da Silva (conhecido como “Barrudada”) e Josefa de Souza e Silva (chamada de “Dona Vidinha”) e, desta união nasceram: Rocilda Souza Silva Moura e Ramiro Francisco da Silva.

Ramiro aprendeu a arte do comércio com o pai José Francisco (o “Barrudada”, que tem o significado de: “fazer negócios, comprar e vender), dono do primeiro comércio em Boa Vista com vendas de tecidos, a Loja “Cajueirense”, situada na Avenida Getúlio Vargas, onde hoje está a Farmácia “Elifarma”, anexa ao Supermercado DB).

Já a mãe de Ramiro, a dona Vidinha (Josefa de Souza e Silva), também tinha aptidão para o comércio, de tal forma que instalou na Avenida Jaime Brasil a sua própria loja: “A Moderna” - com vendas de armarinho e miudezas em geral.

E, foi neste cenário de comércio é que o Ramiro Francisco viveu e aprendeu. Ele nasceu em 17/03/1930 na cidade de Farias Brito no interior do Ceará. Chegou a Boa Vista no dia 02/10/1948. Aqui, casou-se com a senhora Ana Maria de Souza e Silva. O casal teve seis filhos: Leila Maria Silva Pessoa (atualmente morando no Maranhão); Eliana de Souza e Silva (dona da Farmácia “Elifarma”, na Avenida Getúlio Vargas, ao lado do Supermercado “DB”), Ramiro Francisco da Silva Junior (é policial civil, aposentado); Paulo Roberto Francisco da Silva (o empresário “Paulo Barrudada”, dono de vários hotéis, atualmente morando em Santarém, no Pará); Verônica de Souza e Silva; e Ana Miriam de Souza e Silva (ambas morando em Boa Vista). Deles descendem 19 netos e 6 bisnetos.

Ramiro Francisco foi Presidente da Associação Comercial de Roraima (1966), Presidente do Rotary Club de Boa Vista, vice-presidente da Junta Comercial de Roraima, Presidente do Atlético Roraima Clube e o primeiro comerciante (em sua Loja “RIMPEX”, na Avenida Jaime Brasil) a vender bicicletas e motocicletas.

Na sublime Ordem, a Maçonaria, o nobre Irmão Ramiro Francisco foi Venerável (Presidente), por três vezes, da Loja Maçônica “Liberdade e Progresso nº 1”, situada à Rua Coronel Pinto, 396 – Centro.

Ele Iniciou na Maçonaria no dia 06/04/1957. Foi Elevado ao Grau de Companheiro Maçom no dia 01/06/1957 e Exaltado ao Grau de Mestre Maçom no dia 03/08/1057.

Na Grande Loja Maçônica do Estado de Roraima, ele exerceu vários cargos, dentre eles o de 2º Grande Vigilante (no período de 1981 a 1984) e o de Eminente Grã-Mestre Adjunto (no período de 1990 a 1993).

Ramiro foi agraciado pela Câmara Municipal de Boa Vista com o Título de “Cidadão Boa-Vistense” (ele nasceu na cidade de Farias Brito/Ce); na Assembleia Legislativa recebeu o Título de “Orgulho de Roraima” (no dia 15/12/2010); e homenageado pelo Governo do Estado de Roraima com a “Medalha” e “Diploma” da Ordem do Mérito Forte São Joaquim (no dia 05/10/2013), que é a maior distinção atribuída pelo Governo de Roraima e é concedida a pessoas físicas e jurídicas, nacionais e estrangeiras que se destacaram pelos méritos ou pelos relevantes serviços prestados ao Estado de Roraima.

Há uma frase do filósofo grego Aristóteles que diz: “A grandeza não consiste em receber honras, mas em merecê-las”. E, o nobre Francisco Ramiro da Silva, fez por merecer.

Ele, assim como sua Sagrada Família, pelo trabalho, gerando emprego, renda para o município de Boa Vista, e participando efetivamente do desenvolvimento de Roraima, é o que chamamos de “Orgulho de Roraima”, para Roraima.

Ramiro Francisco da Silva nasceu em 17/03/1930 e faleceu no dia 21/03/2018.

Para ele se volta à alma agradecida de nossa terra; para ele se dirige o reconhecimento de seu povo, para ele se faz mais forte a saudade que fará aos seus familiares e à centenas de pessoas amigas que tiveram o privilégio de conhecê-lo.

Francisco Cândido
franciscocandido992@gmail.com
Martinneli disse: Em 29/03/2018 às 11:02:33

"Muito boa a conotação de líder familiar, enfatizando o grande profissional que assim foi ate seus últimos dias de vida, meus pêsames aos amigos e familiares."

Martinneli disse: Em 29/03/2018 às 10:59:01

"Muito boa a conotação que enfatiza um líder familiar...meu pêsames à familiares e amigos."

Últimas de
Minha Rua Fala
+ Ler mais artigos de Minha Rua Fala