DIA DO DEFENSOR
“A Defensoria me escolheu”, afirma 1º colocado no concurso da DPE
Natural da cidade de Juazeiro do Norte (CE), Natanael Ferreira, 44 anos, é o atual corregedor-geral da Defensoria Pública do Estado (DPE)
Por Alexsandra Sampaio
Em 19/05/2018 às 17:00
Corregedor-geral da DPE, Natanael Ferreira avalia o trabalho do defensor público como agende de transformação para a sociedade (Foto: Arquivo Folha)

Em 19 de maio é comemorado em todo país o Dia do Defensor Público. E para homenagear os profissionais que garantem a defesa gratuita do cidadão brasileiro quando precisam da Justiça, a FolhaWeb conversou com o defensor público Natanael de Lima Ferreira, que foi o primeiro colocado no primeiro concurso realizado pela Defensoria Pública do Estado de Roraima, em 2002.

Segundo ele, a decisão de trabalhar nessa área não foi dele. “Eu acredito hoje que a Defensoria foi me escolheu porque, naquela época, o cargo de defensor não estava entre os cargos mais almejados pelos estudantes de Direito. Não tinha muita perspectiva nessa carreira porque o órgão era vinculado ao Executivo. Então fiz o concurso para testar meus conhecimentos e passei”, lembra.

Ele conta que quando começou os estudos para o concurso da DPE, acabou despertando interesse para a função. “À medida que aprofundava os conhecimentos nos estudos, percebendo a função da instituição, ficava muito admirado com as com a missão institucional e houve uma identidade. A partir daí, decidi ficar na instituição”, disse.

Hoje, ele analisa que, diante do contexto de desigualdade social que existe na sociedade brasileira, o trabalho do defensor público existe como um agente de transformação, “capaz de interferir nessa realidade desigual, transformar a vida das pessoas e em favor daqueles que mais necessitam, que estão mais vulneráveis socialmente”.

“Então, eu vejo a função institucional da Defensoria como uma das mais belas da estrutura do Sistema de Justiça, porque nós estamos, na verdade, na primeira trincheira onde recebe muitas pessoas, às vezes, num estado de vulnerabilidade de desamparo ou de desespero, e nós fazemos ali a primeira acolhida a essas pessoas”, ressaltou.

Natanael Ferreira, de 44 anos, é natural de Juazeiro do Norte (CE). É o corregedor-geral da atual gestão da Defensoria Pública do Estado de Roraima. O quadro atual de defensores, formado por 45 defensores públicos, é resultado da realização de dois concursos públicos até hoje realizados no órgão, nos anos de 2002 e 2013.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!