JUSTIÇA
Acusado de matar ex-mulher vai a júri na próxima terça-feira
Jaime Alves Figueira é acusado pelo assassinato da ex-mulher, em abril de 2014, na residência da vítima, no bairro Mecejana
Por Folha Web
Em 22/03/2017 às 09:00

O Tribunal do Júri julga na próxima terça-feira, 28, Jaime Alves Figueira, acusado pelo assassinato da ex-mulher, em abril de 2014, na residência da vítima, no bairro Mecejana, zona Oeste da capital. O pedido foi feito pelo Ministério Público de Roraima (MPRR)

A previsão é que o julgamento inicie às 8 horas. Aberto ao público, no Fórum Criminal Ministro Evandro Lins e Silva, na avenida José Tabira de Alencar Macedo, 602, bairro Caranã. A acusação será conduzida pelo promotor de Justiça Carlos Paixão.

Conforme a denúncia oferecida pelo MPRR à época, a vítima sofreu vários golpes na cabeça e na região torácica. O objeto utilizado pelo réu para cometer o crime não foi identificado pela perícia.

A vítima ainda foi socorrida e levada ao pronto-socorro após ser encontrada caída ao chão e parcialmente despida, porém devido as graves lesões não resistiu e morreu alguns dias depois do ocorrido.

Conforme as investigações, a vítima manteve relacionamento conjugal com o réu por aproximadamente 25 anos e há um ano estavam separados, porém ainda moravam na mesma residência.

ADIAMENTO- Essa será a segunda tentativa de julgamento do réu Jaime Alves Figueira. Em novembro de 2016, quando passaria pelo Tribunal do Júri, o advogado de defesa alegou estar doente e a petição de adiamento foi acatada pela juíza titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Ana Leitão.

Enquanto aguarda julgamento, o réu responde pelo crime em liberdade. “Dessa vez o julgamento vai ocorrer. A data, inclusive, é o dia do aniversário da vítima”, disse o promotor de justiça, Carlos Paixão.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!