TEMPO SECO
Após inverno intenso, escassez de chuvas já causa transtornos em Rorainópolis
O clima seco e sem chuvas faz aumentar consideravelmente a quantidade poeira e fumaça decorrente de queimadas na região
Por Jefter Reis
Em 22/08/2017 às 11:00

Moradores de Rorainópolis, na região Sul de Roraima, procuraram ajuda dos postos de saúde e do Hospital Regional Ottomar de Sousa Pinto se queixando de problemas respiratórios causados pelas altas temperaturas e excesso de poeira decorrente de mais de uma semana sem chuvas na cidade.

Conforme dados meteorológicos, as médias de temperaturas em Rorainópolis estão chegando a mais de 35 graus centígrados, com sensação térmica de mais de 45 graus centigrados, o que tem afetado a toda a população local.

O clima seco e sem chuvas faz aumentar consideravelmente a quantidade poeira e fumaça decorrente de queimadas na região, causando problemas respiratórios nos moradores, principalmente crianças.

Segundo funcionários do hospital da cidade, a procura por atendimento para esses problemas aumentou nos últimos sete dias em cerca de 50%, e, entre os motivos para se procurar atendimento estão, falta de ar, problemas respiratórios e complicações causadas pela inalação excessiva de poeira e fumaça.

Segundo Antônio de Oliveira Costa, que é funcionário público, que é uma das vítimas da drástica mudança climática na cidade, os moradores não esperavam uma elevação tão grande das temperaturas e a escassez de chuvas, e que vem prejudicando a todos.

“Meus filhos tem chegado da escola ao meio dia todos os dias se queixando de falta de ar, devido a temperatura muita alta, e sem falar nuvem de poeira que cobre toda a cidade e todos tem que respirar isso, sendo inevitável o aparecimentos de problemas de saúde, e infelizmente só nos resta esperar que chova”, relatou o morador.

                                   

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!