JARDIM TROPICAL
Carro pega fogo durante abastecimento e incendeia estrutura de posto de combustíveis
Por João Barros
Em 05/12/2017 às 00:50
Quando os bombeiros chegaram para combater o incêndio, as chamas já haviam consumido toda a cobertura do posto (Foto:Hione Nunes)

Por volta das 14h40min de ontem, dia 4, um posto de combustíveis localizado na Avenida Olímpica, por trás da Vila Olímpica, bairro Jardim Tropical, foi tomado pelo fogo após um incêndio que se alastrou de uma picape. No veículo estava o condutor e a esposa. Apesar da gravidade do incidente, ninguém saiu ferido.

Uma testemunha contou que passava pelo local do incêndio quando viu as chamas consumindo o automóvel. “Eu parei e fiquei olhando de longe. O fogo começou a sair de dentro do capô. A mulher que estava dentro saiu correndo. Quem trabalha no posto também correu. Foi muito rápido e o fogo chegou até o teto, queimando o forro e toda a cobertura”, relatou.

A reportagem da Folha conversou com um frentista que informou que enquanto o abastecimento era feito no tanque da camionete modelo Amarok, cor branca, sentiu o cheiro de queimado e em seguida viu a fumaça. Ele e os colegas correram para pegar os extintores a fim de apagar qualquer fogo, mas quando abriram o capô, a fumaça e o fogo saíram de dentro do carro. “Foi uma pane elétrica. A gente não conseguiu deter o fogo. Foi muito rápido.

Se alastrou em segundos. A única opção foi fugir para ninguém ficar ferido”, acrescentou um dos trabalhadores.

A testemunha contou ainda que, pelo menos três carotes já abastecidos estavam na carroceria do veículo e também contribuíram para que as chamas atingissem mais de seis metros de altura. Quem mora perto se assustou com a fumaça preta que tomava o céu. “Era uma fumaça preta que saía da cobertura. O forro de PVC queimou completamente, restando só a estrutura de ferro. Foi uma coisa horrível. Muita gente ficou desesperada, outras ficaram bastante nervosas com medo de uma explosão”, contou.

O comandante Operacional do Corpo de Bombeiros, coronel Everson Cerdeira, explicou que é pouco provável que explosões ocorram nos postos de combustíveis, considerando que os locais passam por inspeção da equipe de prevenção a incêndios. “Nós temos uma equipe de prevenção contra incêndio que fiscaliza todos os postos. Nos postos de combustíveis, essa pressão é muito positiva, de modo que o combustível sai de baixo para cima, então a ocorrência de ter chamas até o tanque é muito improvável. O fogo só alastra com o que sai do tanque e não vai até o tanque”, explicou.

Cerdeira esclareceu ainda que, a corporação foi acionada para atender a ocorrência às 14h43min e, como há um posto estratégico no bairro Cambará, a equipe chegou em apenas dois minutos. “Quando chegamos o incêndio já estava propagado, tanto no veículo como nas bombas. Começamos o combate e acionamos todas as nossas viaturas e ficamos com mais ou menos 25 homens trabalhando, conseguindo conter as chamas sem mais danos ao prédio”, disse.

Dois caminhões do Corpo de Bombeiros foram usados e, para conter as chamas, as equipes utilizaram o Líquido Gerador de Espuma (LGE) que em contato com a água gera a espuma, o que acabou controlando o fogo.

Conforme o coronel, as orientações dos órgãos de segurança não podem ser ignoradas, como desligar o carro enquanto está sendo abastecido, não usar telefone celular nas proximidades das bombas e nem qualquer material que gere fogo ou faísca. “Os peritos do Corpo de Bombeiros vão verificar onde começou o incêndio e a causa. Será gerado um relatório da ocorrência”, concluiu o bombeiro. (J.B)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!