REINCIDENTE
Condenado por estuprar menina de 12 anos é preso pela Polinter
Gostei (0) Não gostei (0)
Caso aconteceu em setembro de 2006; Homem também é condenado a 18 anos em outro processo de estupro de vulnerável
Por Tarsira Rodrigues
Em 13/06/2018 às 01:08

Agentes da Delegacia de Polícia Interestadual (Polinter), sob a coordenação do delegado Juraci Ribeiro da Rocha, cumpriram ontem, 12, no bairro União, mandado de prisão em desfavor de O.B.F., vulgo “Buriti”, de 61 anos, sentenciado à pena de seis anos de reclusão por estupro.

De acordo com o delegado, Buriti foi condenado por ter aliciado uma menina de 12 anos em setembro de 2006. “No dia do crime ele estava no veículo de trabalho, onde vende polpas de frutas, quando seguiu a vítima de apenas 12 anos e a obrigou a entrar no carro. Ele amarrou as mãos e pés, levou-a até um banheiro externo de uma igreja evangélica onde, após amordaçá-la, a estuprou. Ele não contava, porém, que seria flagrado por uma testemunha na saída do local”, relatou o delegado Juraci Ribeiro da Rocha.

Buriti foi encaminhado à Polinter para procedimentos formais, depois foi submetido a exame de integridade física no Instituto de Medicina Legal (IML) e, ao final, foi recolhido na Cadeia Pública de Boa Vista.

OUTRA CONDENAÇÃO – Buriti já tinha sido condenado a 18 anos de reclusão em regime fechado pela justiça estadual em 2016, em outro processo de estupro de vulnerável. Neste caso, pela prática de atos libidinosos diversos da conjunção carnal contra uma criança de seis anos que ele, junto com a esposa, cuidava no período em que os pais saíam para trabalhar. Tal processo está pendente de julgamento de recurso de apelação.

A Polícia Civil reforça que qualquer pessoa que tenha informações sobre o paradeiro de foragidos da justiça poderá denunciar através dos telefones 190, 197 e celular (95) 99142-9017, diretamente com a Polinter, sendo assegurado o anonimato da fonte.

Luiz Junior disse: Em 13/06/2018 às 06:16:08

"12 anos depois do crime .,. Por isso que no Brasil o crime compensa "