SAÚDE
‘Conjuntivite viral é mais comum no verão’ diz oftalmo
Gostei (0) Não gostei (0)
Para os tratamentos, os especialistas indicam limpar os olhos apenas com água filtrada ou mineral
Por Raisa Carvalho
Em 09/02/2018 às 00:19
O oftalmologista Amarildo Rodrigues Melo dá dicas para evitar a contaminação (Fotos Divulgação)

Coceira, irritação, ardência e olhos vermelhos são os sintomas mais comuns da conjuntivite contagiosa, a doença que é mais comum ser transmitida no verão. De acordo com o oftalmologista, Amarildo Rodrigues Melo, o incômodo caracteriza-se por uma inflamação que ocorre na conjuntiva, membrana que envolve o globo ocular e a parte interna das pálpebras. 

“Existem vários tipos de conjuntivite bacteriana, assim como a gripe é mais comum no frio, essa doença é mais fácil de se alastrar nos períodos mais quentes, já que o calor aumenta a disseminação do vírus. É uma doença que se pega através do ar, e quando ele está quente facilita a contaminação”, ressalta.

Outros sintomas da conjuntivite viral, como é conhecida, são a sensação de corpo estranho nos olhos, como se tivesse areia, fotofobia, sensibilidade à luz, lacrimejamento, além da secreção ao redor dos olhos. Em geral, a dor ocular pode durar cerca de duas semanas, dependendo da infecção e do vírus ou bactéria causadora.

Para os tratamentos, os especialistas indicam limpar os olhos apenas com água filtrada ou mineral. Para evitar a contaminação, o especialista indica lavar sempre as mãos.

“A forma mais fácil de pegar conjuntivite é através das mãos. Isso porque as pessoas não têm o costume de lavar as mãos com frequência, e o simples contato entre duas pessoas pode transmitir o vírus. Se uma pessoa com o vírus, tocar em algum lugar e outra pessoa tocar no mesmo lugar e passar a mão aos olhos, é bem provável que também pegue a doença”, diz o oftalmologista.

Em relação aos colírios, o médico ressalta que eles devem ser prescritos por oftalmologistas, pois existem diversos tipos e funções. Já os óculos escuros diminuem o incômodo à luz, mas não impedem a transmissão da doença.

Em caso de contaminação, veja algumas dicas para cuidar dos olhos recomendadas por médicos.

• Não coçar os olhos;
• Lavar frequentemente as mãos;
• Evitar o compartilhamento de toalhas, travesseiros e objetos pessoais, como maquiagens e óculos;
• Evitar ambientes com muitas pessoas;
• Fazer compressas com água fria e filtrada, mantendo os olhos limpos.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!