AÇÃO DO MP
Liminar suspende curso para bombeiro Civil em Roraima
Decisão foi motivada por denúncia da ausência de credenciamento do centro educacional junto ao Corpo de Bombeiros Militar
Por Folha Web
Em 13/12/2017 às 10:00
MP constatou que o Instituto possui certificação somente para formação de brigadistas de incêndio (Foto: Arquivo Folha)

Ação do Ministério Público do Estado de Roraima resultou na suspensão liminar de curso para bombeiro civil, realizado pelo Centro de Treinamento Educacional Projeção Ltda.

Conforme decisão proferida pelo juízo da 3ª Vara Cível no último dia 04/12, diante do perigo de dano à sociedade em se ter profissionais inaptos para a prestação de serviços de bombeiro civil, o Instituto Projeção deverá se abster de ofertar novas turmas.

O pedido de liminar foi protocolado pela Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor, no dia 01/12, motivado por denúncia da ausência de credenciamento do centro educacional junto ao Corpo de Bombeiros Militar, um dos requisitos técnicos necessários para a oferta desse serviço.

Em diligências realizadas pelo MPRR no local, foi constatado que o Instituto possui certificação somente para formação de brigadistas de incêndio. De acordo com as investigações, as exigências técnicas e legais para realização dos dois cursos são distintas, e além de não apresentarem o mesmo conteúdo, a instituição também não possui o quadro profissional e a estrutura exigida para ministrar as aulas voltadas à capacitação de bombeiros civis.

Para o promotor de justiça de Defesa do Consumidor, Adriano Ávilla, a empresa praticou a omissão deliberada, uma vez que suprimiu informações necessárias à venda do curso em questão, fazendo com que os consumidores concluam um curso que não condiz com a realidade.

Os bombeiros civis formados pelo Instituto podem colocar em risco a sociedade, e também sua própria integridade física, pois acreditam ter recebido capacitação técnica necessária para combater eventual sinistro, sem a possuírem na verdade”, finaliza o promotor de Justiça.

bonifacio disse: Em 13/12/2017 às 11:19:24

"Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk"

Manuel disse: Em 13/12/2017 às 11:07:10

"Sei não... O cidadão saber pelo menos como se combate um incêndio primário. Seria uma grande ajuda para se evitar um dano maior. A ausência total de conhecimento, mesmo que seja mínimo é melhor que ver alguns mícos que ocorreram no combate a papelaria no centro alguns anos atrás que começou na Copynet atindigndo diversas outras lojas. Pesquisem no google. ou vejam no link. http://www.fatoreal.blog.br/politica/incendio-a-copynet-comandante-dos-bombeiros-desce-do-salto-e-rebate-criticas/ Num incêndio uma dos maiores adversários além do fogo é o pânico... Uma pessoa com um pouco de treinamento já é um grande aliado na hora H. Sinceramente, penso que combate a incêndio entre outros eventos deveria ser uma disciplina obrigatória nas escolas, principalemente nos CFC-Curso de Formação de Condutores."