REDE CIDADANIA ESPORTE
Mais de 260 atletas participam do III Festival de Ginástica Rítmica
Escola do Atleta foi a vice-campeã e premiada como a entidade com maior número de atletas na competição
Por Eva Maria - Comercial
Em 03/12/2017 às 17:00
A competição é voltada às atletas da categoria de base, com idades entre 6 a 18 anos, que se apresentaram em grupos (Foto: Divulgação/Setrabes)

Um evento que esbanjou graciosidade, precisão e dedicação. Foi assim o III Festival de Ginástica Rítmica da Rede Cidadania Esporte, realizado neste sábado (2), no Ginásio Hélio Campos. O evento promovido pela Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social) em parceria com a Federação Roraimense de Ginástica Rítmica reuniu 265 ginastas.

A Escola do Atleta foi a vice-campeã na competição e premiada como a entidade com maior número de participantes e o Clube de Ginástica Rítmica IBR conquistou o primeiro e terceiro lugares.

A competição é voltada às atletas da categoria de base, com idades entre 6 a 18 anos, que se apresentaram em grupos, e foram avaliadas quanto aos conhecimentos básicos da ginástica, como o sincronismo e harmonia entre as ginastas.

A Escola do Atleta participou com 155 ginastas, dos municípios de Boa Vista, Rorainópolis e Bonfim. Foi a primeira vez que atletas do interior do Estado participam de uma competição neste esporte.

“O Festival contribui para o fortalecimento e elevação do nível da modalidade em Roraima. Além disso, o trabalho desenvolvido pela Escola do Atleta tem promovido a expansão do esporte para o interior do Estado e hoje tivemos a alegria de contar pela primeira vez com a participação das atletas de Rorainópolis e Bonfim”, destaca a secretária do Trabalho e Bem-Estar Social, Emília Campos, que completa: “Mais um evento muito bonito, que mostrou a dedicação das atletas que se preparam o ano todo para essa apresentação”.

A Sophia, de oito anos, aluna da Escola do Atleta de Boa Vista desde 2015, é um exemplo de amor e dedicação à ginástica rítmica. Moradora de uma comunidade na zona rural, distante 65 quilômetros de Boa Vista, ela não vê nas viagens diárias à capital nenhuma dificuldade para realizar seu sonho de um dia ser profissional.

“Eu aprendi muita coisa na Escola do Atleta e meu sonho é ser profissional e participar de muitas competições”, garante Sophia.

A mãe da menina, Silvana Demétrio, confirma a dedicação da filha ao esporte. “Desde o início ela se empenha, não falta às aulas e participa de todos os eventos. E nós, como mães, nos preocupamos em dar o melhor aos filhos. O sonho dela é ser uma ginasta profissional e o projeto vem para ajudar as crianças que não teriam condições de frequentar um curso particular. É uma oportunidade excelente, todo o sacrifício vale para que ela seja uma ginasta”.

Pela primeira vez participando de uma competição, a Aisla dos Reis, de oito anos, do município de Rorainópolis, vê na Escola do Atleta uma oportunidade para realizar seu sonho. “Quero continuar na ginástica e ser profissional”, garante.

Para a coordenadora da Rede Cidadania Esporte, Caroline Maduro, a competição é importante “para desenvolver a modalidade no Estado e um momento no qual às ginastas podem aprimorar seus conhecimentos técnicos, sendo uma oportunidade para aquelas meninas que estão iniciando no esporte”.

A Escola do Atleta possui 119 alunas da ginástica rítmica em Boa Vista, 40 em Rorainópolis e 50 em Bonfim, totalizando 209 alunas da ginástica rítmica em todo o Estado.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!