SUL DO ESTADO
Mulheres terão novo Centro de Referência e maternidade
Investimentos vão garantir uma assistência às mulheres com cada vez mais conforto e humanização
Por Folha Web
Em 08/03/2017 às 13:30
Com nova sede, Centro de Referência vai ampliar serviços e possibilitar mais leitos para a maternidade (Foto: Divulgação)

A partir deste ano, duas unidades de saúde ajudarão a reforçar o atendimento às mulheres em Roraima. Prestes a ser inaugurado, o CRSM (Centro de Referência da Saúde da Mulher) vai ampliar significativamente a capacidade de atendimentos com a nova sede, com inauguração prevista para o próximo mês.

Além disso, a população de Roraima finalmente contará com mais uma maternidade, que será construída no município de Rorainópolis, ajudando a distribuir melhor os atendimentos pelo Estado, trazendo mais comodidade e humanização às mulheres atendidas.

A nova sede do CRSM está pronta, faltando apenas alguns equipamentos para ser inaugurada. Funcionando há 12 anos junto à maternidade, a unidade finalmente terá um prédio próprio, e funcionará na avenida Capitão Júlio Bezerra, onde antigamente funcionava a Residência Médica. Além da casa nova, os serviços contarão com equipamentos muito mais modernos, o que vai permitir ampliar o número de atendimentos.

Após isso, o Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth será reformado e ganhará uma nova ala com 30 leitos. Outra notícia boa para a população roraimense, especialmente o público feminino, é que em breve o Estado contará com mais um hospital materno-infantil. Isso porque o Hospital Regional Sul Ottomar de Sousa Pinto, em Rorainópolis, seja ampliado para criação de uma maternidade com 30 leitos.

A unidade já tem recursos garantidos e está sendo projetada para ser licitada nos próximos meses. Outro projeto em andamento, prevê ainda a construção de salas de parto nas unidades de saúde do Interior, que também contarão com equipamentos e profissionais para melhorar o atendimento.

O Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth recebeu, nesta gestão, o investimento de aproximadamente R$ 1,5 milhão em equipamentos. Isso tem se refletido na melhoria de diversos índices na unidade. Os óbitos maternos, por exemplo, tiveram uma drástica redução de 3 em 2016 contra 9 casos no ano anterior em todo o Estado.

CONFERÊNCIA – Além do investimento em estrutura física e equipamentos, outro avanço será a realização da 1ª Conferência Estadual de Saúde da Mulher. O evento será realizado entre os dias 7 e 9 de junho, com o tema "Saúde das mulheres: Desafios para a integridade com equidade”. O objetivo é propor orientações para a melhoria da prestação dos cuidados com a saúde da mulher.

O objetivo é implantar a Atenção Integrada à Saúde das mulheres, abrangendo políticas de equidade, ou seja, fazendo que a saúde nacional atenda com a mesma igualdade a população negra, LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros), em situação de rua e de campo, evitando problemas como o racismo e discriminação por orientação sexual.

JR disse: Em 08/03/2017 às 14:00:56

"Parabéns a Governadora e aos Servidores envolvidos em todo esse processo do novo prédio do Centro de Referência!!!!! Nosso Estado e nossas Mulheres agradecem!!!!!!!!"