SUL DO ESTADO
Ação conjunta apreende mais de 14 mil metros cúbicos de madeira
Extraída de forma ilegal da Terra Indígena (TI) Pirititi, a quantidade seria suficiente para lotar 350 carretas biarticuladas
Por Folha Web
Em 16/05/2018 às 09:23
A ação que resultou na apreensão do material ocorreu no período de 4 a 12 deste mês (Foto: Divulgação)

Uma ação conjunta desenvolvida pelo Exército Brasileiro e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) resultou na apreensão de aproximadamente 14.500 m³ de madeira no município de Rorainópolis, na região Sul do Estado.

Ao todo, 7.387 toras foram apreendidas durante operação realizada durante o período 4 a 12 deste mês.  Segundo o Exército, o material foi retirado de forma ilegal da Terra Indígena (TI) Pirititi, onde vivem índios isolados.

“A ação subsidiária do Exército teve por objetivo contribuir com os trabalhos do Instituto, no tocante a mensuração de madeira apreendida, provendo o apoio de logística e de comunicações aos servidores do IBAMA, na região da Arara Vermelha, sul do Estado. A operação contou com militares do 10º Grupo de Artilharia de Selva (10º GAC Sl) e 1º pelotão de Comunicações de Selva (1º Pel Com Sl)”, destacou o órgão.

O Exército ressaltou ainda que o volume apreendido na ação seria suficiente para lotar 350 carretas biarticuladas. Não há informações se houve prisões durante os procedimentos.

*INFORMAÇÕES: Assessoria de Imprensa da 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl).

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!