CENTRO SOCIOEDUCATIVO
Adolescentes são encarcerados em vans para evitar confrontos no CSE
Gostei (1) Não gostei (0)
Por Folha Web
Em 09/07/2018 às 00:50
Os adolescentes estavam separados em vans até acabar a reforma dos quartos destruídos (Foto: Divulgação)

Faz uma semana a direção do Centro Socioeducativo (CSE) Homero de Souza Cruz Filho, enfrenta conflitos entre adolescentes infratores internados no CSE.

Por causa das constantes depredações, a direção decidiu separar aqueles que pertenceriam a facções e seriam responsáveis pelas brigas que danificaram a estrutura de acomodação dos internos.

A medida fora adotada após a destruição de dois blocos, dificultando a estadia dos adolescentes. É que o CSE não tem outros ambientes para mantê-los separados. Policiais militares auxiliam na segurança do local.

Segundo informações, entre 12 a 15 adolescentes estariam, desde sexta-feira, encarcerados nas vans que servem para transportar detentos do sistema prisional, divididos por facções para evitar novos conflitos entre rivais.

Além de problemas com a estrutura, o Centro ainda enfrenta fugas. Na madrugada desse sábado, dois adolescentes fugiram da unidade de ressocialização. Equipes da Dicap (Divisão de Captura) da Sejuc (Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania) estão atuando nas buscas dos adolescentes.

Adolescentes voltaram às celas durante o domingo

Neste domingo, o governo estadual emitiu nota, informando que a detenção dos adolescentes em carros-cela do sistema prisional foi para realização de reparos em quartos do Centro Socioeducativo.

Esses cômodos sofreram danos expressivos durante as tentativas de confronto entre socioeducandos ligados a facções rivais. O retorno deles para os alojamentos estava previsto para ontem.

FUGA – Na mesma nota, o governo confirma as fugas de dois adolescentes na madrugada de sábado. O documento ressalta que as famílias foram informadas, inclusive para ajudarem no retorno deles à unidade, a fim de não prejudicar o cumprimento das medidas socioeducativas.

A Divisão de Inteligência e Captura, da Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania também está à procura dos fugitivos. Quando forem encontrados, serão levados à audiência e sofrerão acréscimos na medida socioeducativa, conforme estabelece o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!