FESTIVAL DE PIPAS
Apaixonados por pipas colorem o céu do Parque Anauá
Evento terá quatro dias de programação, de 12 a 15 de outubro
Por Raisa Carvalho
Em 12/10/2017 às 11:00
(Foto: FolhaBV)

Há décadas o Festival de Pipas é realizado em Roraima, tendo o Parque Anauá como palco principal do Evento já bastante tradicional entre as famílias.

O Encontro cresceu muito e atualmente é considerado o maior festival do Brasil e um dos maiores da América Latina.

“Este ano, o Festival de Pipas será realizado pela primeira vez em quatro dias, aproveitando o feriadão de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, possibilitando o máximo de lazer para os ‘roraimados’. O Parque Anauá sediará este ponto de Encontro, onde as famílias poderão fazer piqueniques e churrasco e aproveitar os dias de Evento com muita diversão”, comentou o organizador do evento Samir Hassen.

Além do Festival, haverá vasta programação esportiva, com apresentação de skatistas e patineiros de Roraima e shows musicais com trio elétrico.

Para quem prefere confeccionar a pipa (papagaio) em casa, haverá o concurso para a mais criativa, a mais original, a maior, a menor e a mais bonita com entrega de troféus e premiação, além do tradicional coquetel para a imprensa.

De acordo com Hassen, o Festival surgiu em Roraima promovido por Dermário Bonattes que era apaixonado por pipas. Na época, o evento era realizado no Lago dos Americanos, localizado no Parque Anauá. Hoje, o evento é organizado pelo seu sobrinho Samir Hassen.

“A prática de soltar pipa não tem idade ou sexo, qualquer um pode participar e é lindo. Basta seguir regras de segurança e se divertir”, conta o organizador que no dia a dia é recepcionista e tem a pipa como um hobby.
Este ano, o evento terá quatro dias de programação, do dia 12 ao dia 15 de outubro.

Para Hassen, o objetivo é a integração familiar, envolvendo pais e filhos em uma atividade cultural e recreativa. “O evento também ganhou um patamar internacional, com a participação de venezuelanos, guianenses, até colombianos. Durante esses quatro dias, os céus de Boa Vista ficam coloridos, são mais de mil pipeiros fazendo o que mais gostam, empinar pipas”, disse.

Para efeito da não eliminação e premiação, todas as pipas, papagaios, maranhões e demais, deverão ser empinados e permanecer no ar por no mínimo um minuto após o sinal da comissão organizadora.

O festival este ano contará com uma competição entre os visitantes e os da casa. “Essa é a oportunidade de fazer um evento saudável, feliz e que acolhe os visitantes”, finalizou.

Para Roberto Maia Silva que trabalha com a confecção, venda e troca de pipas em Roraima há dez anos, a paixão por papagaios de papel vem de menino. Uma brincadeira de criança que, com o passar dos anos, virou a profissão do autônomo.

Dono de uma empresa dedicada ao segmento, Roberto vende suas pipas personalizadas durante o final de semana. Segundo ele, no período do Festival de Pipas a venda chega a triplicar.

"É preciso estar preparado, todo mundo procura o diferencial da Pipa, a mais bonita, a mais colorida, a que voa mais alto, é uma coisa que me marcou na infância e hoje é meu ganha pão", contou.

Segundo ele, o objeto atrai muita gente independente de idade e classe social. "A gente acaba se juntando em locais seguros para soltar a pipa e nos divertir. Começa cedo e só para quando o sol vai embora”, aponta.

Serviço:

Festival de Pipas
Data: 12 a 15 de outubro de 2017
Local: Parque Anauá
Hora: a partir das 8 horas

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!