CULTURA
Associação de músicos ministra oficina de Cajón
Atividades ocorrerão neste domingo, 21, na Praça Chaguinha Aguiar, em Mucajaí
Por Folha Web
Em 17/05/2017 às 19:00
(Foto: Pesquisa por imagem)

Para os amantes de Música Popular Brasileira e que possuem habilidades para tocar instrumentos percussivos, que tal fazer aula de Cajón?

A Associação dos Músicos de Mucajaí (AMMUC) promoverá neste domingo, 21, uma oficina de musicalização teórica e prática de Cajón, instrumento afro-peruano.

Oficina será realizada na quadra cultural da Praça Chaguinha Aguiar, das 9h às 18h, sob a orientação do percussionista Cláudio Leal.

Cada aluno receberá o instrumento para desenvolver as atividades práticas.

O Cajón é uma percussão que teve sua origem no Peru colonial, onde os escravos africanos, separados de seus instrumentos de percussão pelos feitores da época, utilizaram-se de caixas de madeira e gavetas para tocarem seus ritmos. Daí dizer que sua origem é afro-peruana... O instrumento hoje é considerado pelo governo peruano como "Patrimônio Cultural da Nação".

Construído totalmente em madeira, o cajón mais difundido internacionalmente apresenta cordas colocadas por dentro sob o tampo, uma versão moderna que tem muita aceitação internacional.

O instrumento encanta pela simplicidade, desempenho, por sua grandiosa vibração e versatilidade.

Por se tratar de um instrumento muito simples e barato, o cajón vem se popularizando cada vez mais no Brasil, tanto entre os músicos profissionais quanto entre os amadores, revelando-se um acompanhamento muito rico para voz e violão.

As inscrições são limitadas e podem ser feitas pelo telefone (95) 99157-3938, professor Ernandes Dantas, Sócio-Fundador da AMMUC, ou com o percussionista Cláudio Leal, fone (95) 99111-0334.

Comentários
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!