FESTIVAL DE TEATRO
Atriz de teatro é representante de Roraima
Em seguida, a atriz Marisa Bezerra ministrará a oficina voltada para técnicas de formação do ator no bairro Sílvio Leite
Por Raisa Carvalho
Em 10/08/2017 às 00:34
Marisa Bezerra é Bacharel em Antropologia, atriz, diretora teatral e produtora Cultural (Foto Divulgação)

Marisa Bezerra é Bacharel em Antropologia, graduada na Universidade Federal de Roraima, atriz, diretora teatral e produtora Cultural. Ela será a representante roraimense na 50ª edição do Festival Internacional de Teatro de Londrina (FILO), no período de 19 de agosto a 04 de setembro de 2017. O projeto foi contemplado pela Lei de Incentivo à Cultura do Estado de Roraima com patrocínio da empresa Inforprint Informática.

A ação visa à qualificação e aprimoramento em arte cênica nas áreas da construção do ator, direção e produção teatral através das oficinas, demonstração de trabalhos, debates, workshops e mesas redondas que são ministrados durante o festival.

“É uma oportunidade de prestigiar as diversas linguagens teatrais oferecidas por espetáculos nacionais e internacionais. Uma vez que ainda não existe um curso ou festival de teatral em Roraima que possibilite uma vivência expressiva, com troca e agregação de conhecimentos e valores com artistas teatrais de outras Regiões do Brasil”, explica.

Para ela, o encontro permitirá também, fomentar a troca de informações e experiências no que diz respeito ao panorama e arranjos utilizados pelos artistas de teatro no Brasil, quando se pensa na criação de políticas públicas que possam fomentar a produção de espetáculos.

“Compartilhar a experiência da vivência em grupo, o jogo e o estímulo à criação e à produção teatral, é fundamental para a inovação e consequentemente melhor qualidade do fazer artístico”, ressalta.

Em seguida, a atriz ministrará a oficina voltada para técnicas de formação do ator, aberta para as pessoas interessadas na comunidade do bairro Sílvio Leite.

“A oficina será realizada no retorno do festival, tendo como público alvo (adolescentes, jovens e adultos), com duração de 20h e emissão de certificado. Dessa forma, a artista contribuirá para a capacitação e multiplicação da arte teatral em Boa Vista”, conta.

Mariza Bezerra

Iniciou no teatro em 1982 em Brasília no grupo teatral Retalhos. Em Boa Vista/RR a atriz fundou o grupo teatral Malandro é o Gato no ano de 2005, onde desenvolve uma pesquisa voltada para o gênero comédia. Marisa Bezerra integra seu repertório, os seguintes espetáculos: Nós Perdidos (2007), com participação no IV Festival de Teatro da Amazônia; Amor Por Anexins (2009 - 2010); As Beatas (2010); A Entrevista (2010); Se meu ponto G Falasse (2011) e Jingobel (2014).

Marisa Bezerra também ministra oficinas de iniciação teatral nas escolas de ensino médio da rede pública do Estado de Roraima. No primeiro semestre de 2013, ministrou oficina, escreveu o texto, produziu e dirigiu o espetáculo A Revolta das Árvores, como resultado do projeto de formação de grupo teatral, realizado durante seis meses no bairro Cidade Satélite localizado na periferia de Boa Vista.

Ainda em 2013, participa do festival de Teatro de Curitiba juntamente com a companhia Teatral Malandro é o Gato, com finalidade de intercâmbio.

Em 2015, faz um trabalho de extensão na pesquisa da linguagem teatral, e agrega a música, teatro e dança na trilogia Mulheres, Mulheres Românticas e Mulheres Roraimando no comando da direção geral e produção.

Em abril de 2016, foi roteirista e atriz na cena curta “Uma Viagem com Nenê Macaggi”. Em novembro de 2016, cria o projeto “Cena Aberta” em parceria com os grupos de teatro Malandro é o Gato e Cia. do Lavrado e faz a  coordenação e  produção da vinda do renomado e premiado  ator e Diretor Lindemberg Monteiro residente em Aracajú, para a cidade de Boa Vista. Atualmente, participa do projeto socioambiental em parceria com o Governo de Roraima e Caixa Econômica Federal.  Este projeto contempla oficinas de teatro com carga horária de 60h destinadas a públicos variados como: Atenção Especial, Melhor Idade, além de Jovens e adolescentes em situação de risco.

Festival de Teatro de Londrina

Fundado em 1968, consolidou-se na maior vitrine de artes cênicas do Brasil. Durante o evento é oferecido um conjunto de espetáculos de altíssima qualidade, uma coleção de temas, estilos, gêneros e linguagens que revela em sua potência, o mundo de possibilidades que o teatro pode oferecer.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!