ROUBO EM VIA PÚBLICA
Bandidos atiram mais de 10 vezes contra policiais que impediram assalto
Por João Barros
Em 06/12/2017 às 00:48

A rua José Aleixo, no bairro Asa Branca, na zona oeste, em frente ao Supermercado Novo Tempo, local de muita movimentação de veículos e pedestres, foi o cenário de um assalto que quase terminou em morte. Por volta das 20h da segunda-feira, dia 4, dois elementos renderam um jovem que saía de dentro do estabelecimento comercial para roubar sua moto.

Alguns policiais à paisana presenciaram a tentativa de assalto e reagiram à ação dos criminosos. Um dos bandidos apontou a arma para a cabeça da vítima e exigiu que entregasse a chave. Sem saber como lidar com a situação, o rapaz acabou jogando a chave fora. Os bandidos correram, mas antes atiraram nos pneus do veículo.

Os policiais decidiram perseguir os meliantes. Enquanto eram seguidos, os assaltantes dispararam mais dois tiros contra os PMs, mas nenhum deles foi atingido. A perseguição foi cessada por alguns minutos porque os elementos pularam o muro de uma igreja. Mas mesmo assim deram outros tiros. Os policiais não conseguiram precisar o número de disparos, mas acreditam que foram mais de 10 tiros.

Enquanto os policiais aguardavam do lado de fora, os indivíduos ouviram sirenes que sinalizavam a chegada de reforço e no mesmo momento saltaram o muro novamente e fugiram, tomando rumos opostos. No entanto, foram seguidos por cada um dos policiais.

Alguns metros à frente, o primeiro criminoso, de 23 anos, foi detido, enquanto o comparsa, de 20 anos, insistiu na fuga. Depois de correr alguns quarteirões, ele decidiu abordar um jovem que estava em frente a uma casa com outras pessoas, obrigando-o a levá-lo por onde quisesse, caso contrário seria morto. Quem testemunhou a abordagem conseguiu se refugiar dentro da casa.

Temendo por sua vida, considerando que o bandido estava muito nervoso e armado, o rapaz seguiu até as proximidades do Jóquei Clube. Quando chegou perto da pista de cavalos, o assaltante saltou do veículo e correu para dentro da casa onde mora. Os policiais conversaram com a vítima que apontou o endereço do suspeito.

Assim que a equipe do Giro (Grupamento de Intervenção Rápida Ostensiva) chegou ao local, o elemento foi detido. Lá foi encontrada uma cápsula calibre 38 deflagrada e um passarinho curió dentro de uma gaiola. Quando questionado, o indivíduo disse que estava com seu irmão e confessou que ambos moravam naquela residência.

O prédio tem câmeras de monitoramento que devem ter flagrado toda a ação criminosa. O caso está sendo investigado pelo 4º DP. Os dois suspeitos foram conduzidos à Central de Flagrantes onde o Auto de Prisão em Flagrante (APF) foi lavrado pela autoridade policial. Eles foram enquadrados no artigo 157 do Código Penal Brasileiro (CPB), pelo crime de roubo. Ninguém ficou ferido na ocorrência. (J.B)

Marilene Alves de Carvalho disse: Em 06/12/2017 às 07:21:06

"Parabéns p os policiais!!"

Igor disse: Em 06/12/2017 às 03:35:25

"Sabe o que estamos precisando aqui em Roraima? Que os policiais comecem a matar os bandidos."