MISSÃO CUMPRIDA
Bombeiros concluem operação de resgate de trilheiros
Gostei (0) Não gostei (0)
Grupo formado por seis pessoas havia se perdido na mata no domingo, 11; Dois helicópteros foram usados nos trabalhos
Por Folha Web
Em 13/02/2018 às 13:00
Os cinco trilheiros que ainda restavam ser resgatados já estão em segurança, garante o Corpo de Bombeiros (Foto: Divulgação)

O Corpo de Bombeiros de Roraima concluiu agora a pouco os trabalhos de resgate dos seis integrantes de um grupo de trilhas que se perdeu no último domingo, 11.

A preocupação do CBM em relação à ação era grande, uma vez que dois integrantes não foram encontrados no local onde haviam repassado como coordenadas para um dos helicópteros utilizados no resgate. Segundo o comandante da corporação, coronel Doriedson Ribeiro, 10 homens foram utilizados na missão de resgate.

Ele aproveito para reforça o aviso sobre os cuidados que pessoas precisam ter ao realizarem esse tipo de esporte. "A gente sempre pede que as pessoas tenham um pouco mais de consciência. Quando forem fazer trilhas, que se atentem a todos os procedimentos de segurança, comunicando a localização exata, buscando o auxílio do GPS e quando solicitar apoio da equipe do Corpo de Bombeiros, aguardar no local, porque certamente eles chegarão até onde estão", destacou.

MISSÃO DE RESGATE - Além dos homens do CBM, a operação de resgate contou ainda com suporte dos helicópteros do Ibama e da Sesai. Desde o comunicado de desaparecimento no domingo, 11, até a finalização do resgate do último trilheiro, foram mais de 40 horas de trabalho. 

"As chamadas para o Corpo de Bombeiros precisam ser feitas de forma responsável, até porque se for constatado que aquela solicitação não teria a urgência necessária para aquele tipo de atuação, ou se deixou de passar alguma informação deliberada, as pessoas podem ser responsabilizadas por isso", complementou o comandante dos Bombeiros.   

OUÇA O ÁUDIO

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Manuel disse: Em 13/02/2018 às 16:31:54

"Sei, sei... cansaram ai resolveram pedir uma carona aérea."