IRACEMA
Caminhão cheio de madeira ilegal é apreendido pela PRF
Caminhão se deslocava de Boa Vista com destino a Manaus, no Amazonas, mas foi interceptado no município de Iracema
Por Folha Web
Em 27/06/2017 às 10:47
Motorista foi detido e o caminhão apreendido juntamente com toda a carga (Foto: Divulgação/PRF)

Agentes do Núcleo de Operações Especiais da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Roraima apreenderam no início da noite de segunda-feira, 26, um caminhão carregado com cerca de 55,10 metros cúbicos de madeira maçaranduba e angelim-ferro realizando o transporte em desacordo com a legislação ambiental. A abordagem ocorreu no quilômetro 410 da BR-174, por volta das 18h30, no município de Iracema, em Roraima.

Os policiais faziam uma ronda quando avistaram o caminhão que se deslocava de Boa Vista com destino a Manaus, no Amanzonas, e resolveram abordá-lo. Durante a verificação de documentos foi constatado que a Nota Fiscal, o Documento de Origem Florestal (DOF) e o peso da carga não estavam com as mesmas informações.

A documentação apresentada era insuficiente e não tinha autorização para transportar  cerca de 15,03 metros cúbicos do total da carga, conforme a medição realizada pelos policiais. O motorista de 37 anos não soube explicar o motivo do excesso de peso e a ausência de documentação pertinente para o restante da carga.

Diante dos acontecimentos, o motorista foi detido - de acordo a Lei da Natureza (9.605/98) - e o caminhão apreendido juntamente com toda a carga. A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia Civil em Iracema.

LEI- Segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), o Documento de Origem Florestal – DOF – instituído pela Portaria n° 253 de 18 de agosto de 2006 do Ministério do Meio Ambiente – MMA – representa a licença obrigatória para o controle do transporte de produto e subproduto florestal de origem nativa, inclusive o carvão vegetal nativo, em substituição à Autorização de Transporte de Produtos Florestais (ATPF).

 

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!