INVERNO RORAIMENSE
Chuvas dão trégua e nível das águas do Rio Branco registra baixa em BV
Nível do principal rio de Boa Vista baixou mais de 1,5m até o fim de semana, aliviando a vida de quem mora em áreas de risco
Por Paola Carvalho
Em 17/07/2017 às 00:54
Águas recuaram mais um pouco no final da Avenida Major Williams, no bairro São Pedro (Foto: Diane Sampaio)

Durante o fim de semana, o nível das águas do Rio Branco registrou uma baixa de 1,5m. De acordo com dados da Agência Nacional das Águas (ANA), disponibilizado no site da Companhia de Águas e Esgoto de Roraima (Caerr), no domingo, 16, o nível chegou a 7,10m. A queda pode ser avaliada como considerável, levando em consideração que, na semana passada, a ANA registrou o maior índice do nível do rio em julho, com variações entre 8,73 m a 8,59m, com pico de 8,77m no dia 07.

Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), a baixa do nível do rio pode ser aliada à presença do sol e diminuição da chuva. Conforme o Inpe, a previsão de tempo para Boa Vista é de clima nublado com muitas nuvens e curtos períodos de sol, com a possibilidade de pancadas de chuva nos próximos dias.

O boletim hidroclimático da Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Femarh), que também segue dados do Inpe/CPTEC, informa que o maior índice de chuva ocorreu na região nordeste do Estado, onde fica o município do Uiramutã, que sofreu com o período chuvoso.

Conforme os dados, as anomalias positivas da Temperatura da Superfície do Mar (TSM), na região do Atlântico Tropical Norte, contribuíram para que a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) atuasse no norte de sua posição climatológica, influenciando o regime de chuvas em Roraima.

No entanto, a previsão sazonal para o trimestre de julho, agosto e setembro é de volumes de chuva de normal a abaixo da normal climatológica em Roraima.

CARACARAÍ - No município de Caracaraí, centro-sul do Estado, que decretou situação de emergência por conta do período chuvoso e da cheia dos rios, a previsão é de alto índice de pancadas de chuva, que poderão ser fortes e acompanhadas de trovoadas a qualquer hora do dia. Para auxiliar a população do município, o Governo do Estado informou que intensificou as ações de auxílio na região, em parceria com a Prefeitura de Caracaraí, Corpo de Bombeiros e demais secretarias estaduais.

No momento, a quantidade de pessoas prejudicadas pela cheia e por alagações já ultrapassa o número de 900, somando desabrigados, desalojados e em área de risco. Foram feitas a entrega de 200 cestas básicas, 800 litros de água mineral e 700 hipocloritos de sódio para a população afetada. Os kits foram entregues por barcos às famílias ribeirinhas, na área rural do município, e por terra, nos bairros da sede de Caracaraí afetados diretamente pelos alagamentos. (P.C.)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!