TRÂNSITO VIOLENTO
Colisão entre motos deixa um morto no Amajari
O acidente ocorreu no início da manhã desta sexta-feira, 30, na vila Tepequém
Por Minervaldo Lopes
Em 30/12/2016 às 12:00
Leandro Carneiro ainda chegou a ser atendido na unidade médica do município, mas acabou falecendo (Foto: Arquivo Pessoal)

Uma colisão envolvendo duas motos provocou a morte de homem de 27 anos nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira, 30, no município de Amajari, na região Norte do Estado.

O fato teria ocorrido em uma avenida da vila Tepequém, localidade bastante acessada por turistas que procuram desfrutar das belezas naturais do município. 

No choque entre os dois veículos, Leonardo Roberto Carneiro teria batido com a cabeça na estrada. Ele ainda chegou a ser encaminhado para a unidade hospitalar do município, mas acabou falecendo. Uma viatura do Instituto Médico Legal (IML) foi acionada para fazer a remoção do corpo, que deve chegar à capital a qualquer momento.

De acordo com relato de testemunhas, o acidente teria sido provocado por ingestão de bebida alcoólica por um dos condutores, fato este que não foi confirmado pelo destacamento da Polícia Militar (PM) do município. Ambos os condutores envolvidos no caso estavam devidamente habilitados. O outro envilvido, que não teve o nome divulgado, teve apenas ferimentos leves.  

Connor McGregor disse: Em 30/12/2016 às 22:46:16

"Infelizmente cada um de nós esta vulnerável a isso, independente de localidade com leis de trânsito ou não, o nome já diz tudo ''acidente''. Que Deus receba em bençãos esse jovem e conforte os corações de amigos e familiares."

Cezar disse: Em 30/12/2016 às 16:13:26

"INFELIZMENTE MAIS UMA VIDA CEIFADA DO SEIO DA COMUNIDADE, POR INPRUDENCIA( DIRIGIR SOB EFEITO DE ALCOOL), E A CULTURA QUE NO TEPEQUEM TUDO PODE, PRINCIPALMENTE,MOTOQUEIROS ANDAR SEM CAPACETE."

Lima disse: Em 30/12/2016 às 13:34:48

"As leis de trânsito não valem pro Tepequem, não usam capacete, quando existe eventos lá a grande maioria faz rachas, levantam rodas, dirigem alcoolizados etc....sem contar que arrancam as descargas das motos pra fazerem mais barulhos.. ali deveria existir um destacamento da policia militar lá, e que o pm não ficasse muito tempo pra nem criar vínculos, pois já vista grossa lá de bolo!!!!! "