INVESTIMENTOS
Comitiva de RR visita Coreia do Sul para avançar no intercâmbio comercial
Consultor do Governo, secretário de Saúde e presidente da Codesaima fazem parte da comitiva que visitará Coreia do Sul
Por Ribamar Rocha
Em 22/08/2015 às 00:00
Consultor do Governo do Estado, Neudo Campos, com investidores sul-coreanos (Foto: Arquivo/Folha)

Após a delegação sul-coreana, chefiada pelo empresário Jang Mon, que é executivo da empresa coreana Dong Chun Mool Sang Co, realizar reuniões em Roraima no mês de julho, esta semana uma comitiva do Governo do Estado viajou para Coreia do Sul para conhecer os programas, avançar nos entendimentos e na atração de investimentos.

Segundo informou o consultor especial do Governo do Estado, Neudo Campos, as relações comerciais entre Roraima e Coreia do Sul são vistas como estratégicas pelo governo para incentivar o crescimento da economia roraimense com a transferência de tecnologia de ponta em diversos setores, aumento da produção agrícola e industrial e geração de emprego.

“Vamos conhecer de perto o que nos foi apresentado. A Coreia do Sul se transformou economicamente nos últimos 50 anos e é reconhecida mundialmente pela sua capacidade tecnológica. Essa parceria é importante para Roraima”, disse Neudo Campos, que lidera a comitiva do Estado.

Dentre os pontos discutidos está o interesse dos coreanos em investir na produção de soja em Roraima e comprar soja dos produtores do Estado. “A Coreia do Sul é um mercado estratégico, tem 50 milhões de habitantes e importa mais de 90% da soja que consome. Essa parceria é o início de uma revolução econômica no nosso Estado”, frisou Neudo.

Na área de saúde, os coreanos dispõem de tecnologia de digitalização da gestão hospitalar, o que agiliza o atendimento e a realização de exames. O interesse do Governo do Estado por esse modelo visa aprimorar o atendimento com a finalização das obras de ampliação do Hospital Geral de Roraima (HGR) e do Hospital das Clínicas, no bairro Pintolândia.

Segundo o secretário Estadual de Saúde, Kalil Coelho, que também integra a comitiva, a gestão hospitalar coreana foi adotada pelos Estados Unidos e Japão com resultados positivos. “Essa ferramenta reduz custos, elimina o uso de papel, melhora sistema de comunicação e automatiza a logística”, explicou.

Também são analisados aspectos de viabilidade de projetos de geração de energia eólica e solar e na área de habitação para reduzir custos de construção. A comitiva de Roraima é composta ainda pelo presidente da Companhia de Desenvolvimento de Roraima (Codesaima), Rafael Alves. (R.R)

Comentários
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!