“TAÇA OBERLAN JONES”
Competição vai homenagear Oberlan Jones pelos 40 anos dedicados ao karatê
Por Folha Web
Em 19/05/2017 às 00:13
Professor Oberlan Jones será homenageado na competição (Foto: Divulgação)

A Federação Roraimense de Karatê (FRK), em parceria com a Confederação Brasileira de Karate (CBK), promovem neste final de semana o I Boa Vista Open Internacional de Karatê “Taça Oberlan Jones”. O evento será realizado nesta sexta, sábado e domingo, dias 19, 20 e 21 e além, de homenagear o professor Oberlan Jones pelos 40 anos de dedicação ao Karatê, vai promover intercâmbio entre atletas dos países fronteiriços e estados vizinhos.

O evento inicia na tarde de sexta-feira com o exame de graduação superior para faixas preta 1º, 2º e 3º Dan e o Curso de Arbitragem com credenciamento para árbitro estadual e nacional na sede da Federação Roraimense. No sábado à noite, o presidente da Confederação Brasileira de Karate, professor Luiz Carlos Cardoso do Nascimento, 7° Dan, fará uma palestra para os karatecas sobre as perspectivas do karatê como modalidade olímpica nas Olimpíadas de Tokyo 2020.

No domingo pela manhã inicia a competição com disputas de kata (forma) e kumite (luta), na quadra de esportes da Escola Estadual Gonçalves Dias. A entrada é um quilo de alimento não perecível.

Até a tarde de ontem estavam confirmadas academias do Amazonas, da Venezuela e diversas academias de Boa Vista e do interior do Estado.

“Essa é a segunda vez que Luiz Carlos vem à Boa Vista, sendo a primeira vez como presidente da CBK e ele tem prestigiado e apoiado o karatê da região Norte, em especial Roraima, que sofre muito devido a posição geográfica na qual nos encontramos, distante dos grandes centros”, disse.

PERFIL – Oberlan Jones iniciou a prática do karatê no ano de 1977, aos 15 anos de idade, com o professor Ivo Pereira de Lima. “Foi a realização de um antigo sonho de criança treinar artes marciais e essa oportunidade surgiu através das aulas do professor Ivo, que aconteciam aos domingos pela manhã no ginásio Hélio Campos”, contou.

Oberlan teve aulas também com o professor Valmir Pimentel e depois deu continuidade aos treinos com o professor Delcimar José Magalhães até chegar a faixa marrom.

Como em Boa Vista não haviam academias organizadas, para dar continuidade ao sonho, Oberlan teve que se filiar a Federação Amazonense, onde se graduou na faixa preta 1º Dan em 1987. No ano seguinte fundou a Associação HienKan de Karatê, na qual tem se dedicado para a formação de outros karatecas.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!