CIRURGIA DE CATARATA
Confira medidas preventivas contra a catarata
Por Raisa Carvalho
Em 03/03/2017 às 01:51

A boa saúde dos olhos é uma condição desejável para qualquer pessoa, afinal, dependemos da visão para realizar inúmeras atividades na rotina. Entre as principais doenças que atingem os olhos, a catarata pode surgir em pessoas de qualquer idade e causar danos que vão desde uma pequena dificuldade para enxergar até a perda total da visão.

De acordo com a oftalmologista Eloisa Klein, a doença é uma alteração que se instala devagar. “Inicialmente, ela vai diminuindo a visão de contraste do paciente. Em seguida, vai enfraquecendo a intensidade das cores. Por fim, vai deixando a visão embaçada, podendo chegar à cegueira”, explica.

Embora seja um problema comum, pode ser prevenido com alguns cuidados simples e com a abolição de hábitos ruins. “A exposição desprotegida ao sol, o uso de medicamentos à base de corticóide e a diabete melito descontrolada são fatores que aceleram o aparecimento de catarata. Cuidar destes elementos ajuda a retardar seu aparecimento”, ressalta a médica.

Tratada como uma doença típica dos idosos, a catarata pode surgir em qualquer momento da vida, especialmente quando facilitada por algum fator de risco. Embora seja considerada uma enfermidade preocupante e bastante comum, a catarata tem cura e demanda um diagnóstico rápido para a eficiência do tratamento.

“O uso de óculos solares com proteção ultravioleta é importante para retardar o aparecimento de catarata e a degeneração macular relacionada à idade. Alguns problemas, infelizmente, não podem ser totalmente evitados, mas detectar precocemente pode fazer com que os danos sejam diminuídos. Por este motivo, consultas regulares com o oftalmologista são muito importantes”, explica a especialista.

Sabe-se que as pessoas portadoras de diabetes têm maiores riscos de desenvolver a catarata e, sendo assim, devem ter cuidado redobrado com a saúde dos olhos. Para isso, é importante controlar os níveis de açúcar no sangue a fim de evitar problemas com ambas as enfermidades. O consumo de medicamentos com corticosteroides para tratar outras doenças também pode ser um fator facilitador da catarata. Dessa forma, é importante que o paciente busque acompanhamento constante de um médico para identificar e evitar possíveis problemas na visão.

Idosos devem ficar atentos a prevenção, visto que os idosos são o grupo mais atingido pela doença. Pessoas mais velhas sofrem com o desgaste da membrana que reveste os olhos, ficando mais suscetíveis aos problemas oculares.

Além de todas essas medidas preventivas contra a catarata, é fundamental que cada pessoa realize uma consulta periódica ao oftalmologista. Com acompanhamento profissional, o paciente terá mais chances de identificar possíveis problemas que podem afetar a visão em curto ou longo prazo, bem como recorrer a um tratamento adequado e seguro para a saúde dos olhos.

“Pacientes que não tenham doenças podem fazer consultas anuais. Na presença de doença, é recomendável passar por uma avaliação a cada 6 meses ou a critério do médico”, reforça Eloisa.

FOTO 01
FOTO 02
Comentários
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!