ENCONTRO COM O PRESIDENTE
Confira o que a governadora pediu a Temer em reunião no Palácio
Em discurso, a governadora destacou que Roraima já esgotou sua capacidade de absorver tamanha explosão populacional
Por Cyneida Correia
Em 12/02/2018 às 13:00
Governadora Suely Campos e presidente Temer durante visita ao Palácio do Governo nessa segunda-feira (12)( Foto: Marcelo Oliveira)

Em seu discurso durante a visita do presidente Temer ao Palácio do Governo nessa segunda-feira (12), a governadora Suely Campos falou da instabilidade econômica e política que transformou a crise da Venezuela em também uma grande crise humanitária.

"Atualmente, 10% da população da nossa capital é composta por imigrantes. Nos preocupamos com as milhares de famílias morando nas ruas, nas praças, em risco social e em grande vulnerabilidade e que não tem qualificação profissional. O povo de Roraima, assim como o povo brasileiro, também é hospitaleiro e o Governo tem feito a sua parte no acolhimento humanitário de parte dessas pessoas. Já são três abrigos que comportam 1.537 pessoas".

Ela também destacou que Roraima já esgotou sua capacidade de absorver tamanha explosão populacional, em tão curto espaço de tempo.

“Nossa capacidade de ofertar serviços públicos está comprometida. Estamos a beira de um colapso. O crime organizado está se aproveitando da vulnerabilidade dos venezuelanos para trazer drogas e armas, e fortalecer seus tentáculos no Brasil e no exterior. Existe a conexão com o crime organizado comandado por venezuelanos, entrando na esfera da segurança nacional”

Confira as principais propostas de Suely Campos para Temer:

1 – Aumento do efetivo da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal na cidade de Pacaraima, para ampliar a fiscalização na fronteira;

2 – Ampliação da atuação do Exército Brasileiro no policiamento ostensivo na cidade de Pacaraima, revistando pessoas no perímetro urbano, além da atuação na fronteira no combate a crimes transnacionais, sobretudo tráfico de drogas e de armas.

3 – Que a recepção e triagem de estrangeiros conforme previsto no Decreto 9.277, de 5 de fevereiro de 2018, seja realizada no município de Pacaraima.

4 – Restabelecimento da barreira sanitária e vacinação no município de Pacaraima, com a edição de ato normativo que torne obrigatória a vacinação de imigrantes para o ingresso no Brasil.

5 – Criação do Gabinete Federal de Gestão Migratória em Roraima.

7 – Aumento dos investimentos para o Sistema de Segurança Pública de Roraima.

8 – Aumento dos repasses para Roraima do Limite Financeiro de Média e Alta Complexidade (Teto Mac), para cobrir, pelo menos, o déficit de aproximadamente 37% no financiamento da saúde, equivalente a R$ 2,4 milhões. A disparidade entre o valor recebido pela MAC e o total produzido já perdura por vários anos, mas foi agravada pela crise migratória.

9 – Providência de Scanner Veicular e Corporal para combater o tráfico de drogas e de armas na fronteira e coibir o fortalecimento das organizações criminosas no Brasil.

Outras demandas

A governadora também pediu segurança jurídica das as terras para impulsionar o agronegócio. “Estamos há três anos batalhando pelo repasse das terras, que hoje depende apenas de uma manifestação da SPU - Secretaria de Patrimônio da União para o Conselho de Defesa Nacional emitir o assentimento prévio e, assim, expedirmos os títulos definitivos das terras, em 12 glebas.”

A segurança energética é um tema recorrente das nossas audiências em Brasília. A governadora, também destacou que 70% do abastecimento de energia vem da Venezuela, através do Linhão de Guri.

“O que reforça ainda mais a necessidade do Linhão de Tucuruí. São três temas importantíssimos. Precisamos que Vossa Excelência determine a repactuação das dívidas que herdamos, que compromete o ajuste fiscal, inviabiliza os investimentos e prejudica a nossa população.Reitero que seja finalizada a transferência das terras para o Estado e que Determine à SPU para que ela se manifeste em relação às 12 glebas que estão lá, assim como o Incra, Funai e ICMBio já se manifestaram, sem nenhuma contestação ao georreferenciamento apresentado pelo nosso governo”

Para a governadora, a obra do Linhão de Tucuruí tem que começar imediatamente “para que Roraima tenha segurança energética e possa promover o desenvolvimento ecônomico" disse.

 

Dierson Maciel disse: Em 12/02/2018 às 19:31:50

"Presidente apresentou boas noticias! mais acho durante esse tal Censo! ainda não definido! deveria dar uma Trégua e fechar os acesso e não permite que novos venezuelano a utilize as barreira para chegar em Roraima! pelo no prazo de 60 (sessenta) dia até que se conclua o tal censo! Roraima é estado Pequeno,fazendo uma analogia,se adentra por exemplo.se 100 mil refugiado pessoas em São Paulo,Minas,ou Rio de Janeiro! talvez não faça tanta diferença assim! mais em Roraima faz e Muito! agora um aviso! colocar 15 MI na mão desse atual governo do Estado é complicado!"

Bolsonaro2018_Neles disse: Em 14/02/2018 às 18:31:50

"Colocar 15 mi na mão de qualquer um, jucá, jalser, suely..."

Nogueira disse: Em 12/02/2018 às 14:06:49

"Caso Temer não atenda esses indispensáveis pedidos, quem seria o próximo Presidente da República com melhores condições de apoiar as pautas para o desenvolvimento do Estado de Roraima? Algum do PT ou PSDB, muito provavelmente não. Talvez, só mesmo um novo Presidente como Bolsonaro, que já afirmou por diversas vezes que atuará contra a imigração descontrolada, a favor da exploração dos recursos minerais e do agronegócio, e contra as amarras burocráticas e ambientais para o desenvolvimento. Só não enxerga isso quem não quer."

Nogueira disse: Em 12/02/2018 às 14:03:09

"Excelentes pedidos apresentados pelo Governo de Roraima. As perguntas que não querem calar são a seguinte: será que esses pedidos serão atendidos pelo Presidente Temer, da forma urgente que são necessários? Ou será que algum notório Senador de Roraima usará novamente de seu poder e influência para barrar os investimentos do Governo Federal no Estado, em detrimento da população?"

Bolsonaro2018_Neles disse: Em 14/02/2018 às 18:40:01

"Lendo as pautas pontuados por Suely me convenceu que sua burrice é mais inteligente que a expertise do Jalser,na sua fala em vídeo que circula nas redes sociais deu a entender que ele leu dois itens da lista de suely."

Prof. RN disse: Em 12/02/2018 às 13:28:51

"Eu penso que só as despesas com todo esse aparato que o recebeu e o transportou, geraria uma receita significativa para ajudar os Venezuelanos. Os demais assuntos são de seu conhecimento, mas só conversas não resolve e sabemos disso! "