SAÚDE
Confira os alimentos ideais para serem consumidos antes dos exercícios
Porém, é importante não se preocupar apenas com o tipo de exercício ou a intensidade dele - também com a alimentação de acordo com os treinos
Por Folha Web
Em 04/01/2017 às 00:05
Antes do treino, o ideal é consumir alimentos que dão mais energia (Fotos: Divulgação)

Praticar atividades físicas é muito importante para a nossa saúde e bem-estar. Porém, é importante não se preocupar apenas com o tipo de exercício ou a intensidade dele - também com a alimentação de acordo com os treinos, pois uma refeição adequada é capaz de conseguir as reservas de energia necessárias para que a atividade física não se torne um fardo.

Antes do treino, o ideal é consumir alimentos que dão mais energia, já que você está prestes a gastar um monte dela nos exercícios. Quando se fala em alimentos que dão energia, entram em cena os carboidratos.

O ideal é dar preferência aos carboidratos complexos, presentes nos pães, arroz e massas, pois sua digestão é lenta, garantindo energia por mais tempo.

Deve-se evitar a ingestão de fibras e alimentos gordurosos, pois podem causar desconforto gastrointestinal. Dê preferência aos lácteos com baixo percentual de gorduras e retire as cascas e bagaço das frutas.

Os nutricionistas indicam cereais matinais, pães, bolachas e biscoitos simples (sem recheio), arroz, massas em geral, tubérculos (batata, mandioquinha, mandioca), frutas frescas como melancia, pêssego e uvas.

Durante a prática do exercício, também se deve tomar cuidados importantes como a reposição de líquidos e hidratação do nosso corpo.

"A ingestão de líquidos é fundamental para o desempenho. Essa estratégia é importante para prevenir hipoglicemia e/ou desidratação, quadros que comprometem o rendimento", explica a nutricionista Camila Abreu. "É importante sempre levar água e, preferencialmente, bebidas esportivas", completa.

Durante o treino

Em alguns casos, é necessário comer durante o esporte. Isso vale para competições longas e bem intensas ou treinos da mesma intensidade, que durem mais de 1 hora, como uma maratona, triátlon de longa distância ou um treino de bike. Se o exercício durar menos de 1 hora ou não for muito intenso, como um treino de musculação que dure 1h30, não tem necessidade e não é indicado comer. Ou seja, somente no caso de provas longas e intensas deve-se ingerir alimentos que reponham sais minerais perdidos no suor e na energia gasta.

Fonte: Minha vida

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!