HIDRATAÇÃO
Conheça a diferença entre a água com gás e a água tônica
Compare os nutrientes e o potencial de hidratação com a água natural
Por Raisa Carvalho
Em 20/03/2017 às 01:03
A água é a nossa maior fonte de vida. É extremamente importante para a nossa saúde. (Fotos Divulgação)

A água é a nossa maior fonte de vida. É extremamente importante para a nossa saúde, pois mantêm o organismo em equilíbrio. Além de manter o organismo hidratado, a água ajuda a digerir e absorver alimentos com mais facilidade.

O que é mais saudável: água natural ou água com gás? A primeira opção pode até parecer a melhor, já que tudo o que é "natural" costuma ser mais saudável. Mas será que a versão gaseificada realmente precisa ser excluída da sua alimentação?

De acordo com definições aplicadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), a água gaseificada artificialmente é aquela que tem dióxido de carbono na composição e não pode ter a adição de outros componentes além desse.

De acordo com a nutricionista Luciana Santana, Água é sempre água, portanto, o fato de conter gás, não afeta a capacidade de absorção do corpo ou o seu potencial de hidratação. Mesmo assim, é sempre recomendável diversificar os meios de obtenção de líquidos. O hábito de você ingerir água com gás não deve excluir sucos e alimentos fontes de água da dieta.

“A água com gás é uma opção, mas contém substâncias químicas não muito indicadas para ser usada com frequência. A água tônica tem açúcar e aditivos químicos que em longo prazo causam doenças e os isotônicos são mais indicados para atletas e maratonista que precisam repor a energia de forma muito rápida e fácil”, relata.

A composição da água com gás é a mesma da água natural, há diferença de nutrientes apenas entre a água mineral e a água filtrada, com ou sem gás. A água da torneira que passa pelo filtro pode conter alguma concentração de cloro, flúor e outros aditivos, que são usados no tratamento da água, já a água mineral engarrafada chega a ter até quatro vezes mais cálcio, magnésio e potássio. Entretanto, esses nutrientes podem ser obtidos de outras maneiras na dieta, como pela ingestão de leite.

Água com gás

Apesar de ser vista com desconfiança, a água com gás não faz mal nenhum e, ao contrário do que muitos pensam, pode até contribuir para prevenção de doenças no estômago ou esôfago. A água com gás só faz mal se for consumida em exagero — assim como qualquer outra bebida.

Pessoas (que não tenham intolerância ao gás) podem beber esta água sem problemas, já que ela possui as mesmas propriedades de hidratação que a água natural. Quem possui problemas gastrointestinais não é aconselhável beber muito, pois o gás em excesso pode irritar as mucosas do estômago e piorar o problema.

Água tônica

O fato de levar o nome de “água” não tem nada a ver com água de verdade. A água tônica tem um gosto amargo, o que faz parecer que tenha pouca quantidade de açúcar. Errado. Como qualquer outro refrigerante tradicional, a água tônica é rica em açúcar e, portanto, deve ter sua ingestão controlada se há restrição aos níveis de glicose no sangue. Uma latinha da bebida tem quase 10 colheres de chá de açúcar ou 150 calorias, sendo que o consumo de açúcar em uma dieta de 2 mil calorias deve se restringir a 200 calorias por dia.

Apesar do nome, a água tônica não é uma boa opção para quem deseja se hidratar. A melhor maneira de hidratar o corpo é tomando água, ou isotônicos, que irão repor não somente a água, mas também os minerais perdidos no suor. Refrigerantes, em geral, são ricos em sódio, açúcar e outros componentes que podem atrapalhar a absorção de água pelas células e que ainda podem ser prejudiciais à dieta.

Consumo

A água deve ser tomada entre as refeições e ao longo do dia. O consumo depende do estilo de vida de cada pessoa. Para quem pratica exercícios, por exemplo, o consumo de água deve ser maior. O ideal é que a cor da urina esteja sempre clara. O que os especialistas indicam é em torno de 2 litros diariamente.

 

 

De acordo com a nutricionista Luciana Santana, Água é sempre água, portanto, o fato de conter gás, não afeta a capacidade de absorção do corpo
Apesar de ser vista com desconfiança, a água com gás não faz mal nenhum.
A água deve ser tomada entre as refeições e ao longo do dia.
Comentários
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!