CLUBE DE ASTRONOMIA
Conheça quais serão os principais eventos de 2017
Formado há sete meses, o Clube de Astronomia de Roraima realiza observações de planetas e satélites em praças públicas
Por Raisa Carvalho
Em 03/01/2017 às 00:10
A dica para conseguir um bom telescópio é fazer uma pesquisa na internet (Foto: Arquivo pessoal)

Não é de hoje que os fenômenos da astronomia chamam a atenção da população. A observação de passagens de cometas, eclipses e outros acontecimentos é uma prática comum em todo o mundo. Em Roraima, o clube de astronomia já se prepara para acompanhar os eventos.

De acordo com o especialista Abreu Mubarac, 2017 será o ano dos eclipses.

“Mês que vem vai ter um eclipse total que vai poder ser visto do Chile e parcialmente da metade do Brasil para baixo, mas o mais esperado de todos será um grande eclipse do sol, que ocorrerá em 21 de agosto, sendo sua visibilidade no Brasil apenas parcial. Esse será o grande "eclipse americano", para o qual já convergem diversas entidades para seu acompanhamento”, relatou.

Apaixonado pelo universo e seus mistérios, desde criança Abreu tinha o costume de olhar para o céu para presenciar o trânsito dos planetas.

“Não lembro exatamente quando foi, mas lá pelos meus 10 anos eu comecei a me interessar muito por ciência. Comecei a ler livros sobre anatomia humana, sobre a geologia da terra e sobre o universo. Li todas as revistas Superinteressante que tinha na biblioteca da escola. Lembro que fiz uma redação na escola, onde o tema era livre, intitulada “A morte do Sol” (daqui a bilhões de anos nossa estrela entrará em colapso). Em 98 caiu alguma coisa que eu não lembro agora se foi algum meteorito aqui em Roraima, mas lembro que deixou um rastro no céu por horas, isso é algo que me marcou na minha infância”, relembra.

Ele e os outros membros do grupo prometem se reunir para estabelecer uma agenda onde os interessados poderão acompanhar os eventos. Para saber mais, basta acessar o grupo ‘Clube de Astronomia de Roraima’ no facebook.

Saiba mais sobre os próximos eventos:

Eclipse penumbral da lua em 11 de fevereiro

Sendo um eclipse lunar, ele poderá ser observado em grande parte do hemisfério ocidental da Terra. É importante considerar que o eclipse será penumbral e o obscurecimento da lua será pequeno. O registro e manipulação fotográfico poderá realçar os efeitos da ocultação parcial da lua.

Um eclipse anular do sol em 26 de fevereiro

Talvez o melhor evento astronômico para o hemisfério sul será o eclipse anular do sol, previsto para 26 de fevereiro, na contagem de número 140 do ciclo de Saros.

O grande eclipse de Agosto de 2017

Para Brasília, o eclipse começa por volta das 16h55 com o sol muito baixo no horizonte (aproximadamente 15 graus) e "termina" às 17h39, com o sol 5 graus acima do horizonte. Ainda assim o obscurecimento será muito pequeno. A maior cidade melhor colocada no território nacional para a observação desse eclipse será Macapá, onde o eclipse começará às 16h09 e obscurecimento do disco solar será de aproximadamente 40%.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!