MORREU ONTEM
Corpo de Dona Marisa será cremado neste sábado; Governo decreta luto
Centenas de pessoas lotam as proximidades do Sindicato dos Metalúrgicos, local onde a ex-primeira dama está sendo velada
Por Folha Web
Em 04/02/2017 às 08:29
Ex-presidente Lula chegou por volta das 8h45 para velório de Dona Marisa (Foto: Marcelo Gonçalves/ Sigmapress/ Estadão Conteúdo)

O corpo de Dona Marisa Letícia será cremado neste sábado, 04, no cemitério Jardim da Colina, em cerimônia reservada a família. A ex-primeira dama morreu ontem, 03, aos 66 anos, após ficar dez dias internada no hospital Sírio- Libanês. No último dia 24, ela sofreu um acidente vascular cerebral hemorrágico.

O velório da esposa do ex-presidente Lula início por volta das 09 horas, no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo (SP). Ela está sendo velada no terceiro andar do edifício, no anfiteatro do sindicato. Inicialmente, apenas familiares e amigos próximos terão acesso ao local.

Em uma fila que se estende por aproximadamente um quarteirão na lateral do edifício, populares aguardam a liberação para poderem se despedir da ex-primeira dama. Um mural foi instalado na entrada do sindicato para que as pessoas registrem mensagens de pesar pela morte de Marisa Letícia e de apoio ao ex-presidente Lula.

 

GOVERNO DECRETA LUTO

Ontem, 03, o presidente Michel Temer (PMDB) lamentou a morte de Dona Marisa, decretando luto oficial de três dias no País.

Em nota, Temer prestou solidariedade à família Lula em seu nome e no da primeira-dama, Marcela Temer.

“Lamento profundamente o falecimento da senhora Marisa Letícia Lula da Silva hoje, em São Paulo. Neste momento de profunda dor e pesar na família do ex-presidente Lula, eu e Marcela transmitimos a ele, a seus filhos e aos demais familiares e amigos, as mais sinceras condolências”, disse o presidente.

Na quinta-feira, 02, após confirmação da ausência de fluxo cerebral de Marisa Letícia, Temer fez uma visita de condolências ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Hospital Sírio-Libanês ao lado de ministros e outros políticos.

Com informações da Agência Brasil.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!