DENÚNCIA DE VEREADORES
Criminalidade aumenta na Vila do Equador enquanto prédio da PM está abandonado
Por João Barros
Em 21/03/2017 às 02:05
Casa que deveria abrigar os policiais foi construída, mas nunca ocupada (Foto: Divulgação)

Um aumento considerável no número de furtos, roubos e assaltos tem preocupado os moradores do distrito Equador, localizado a cerca de 100 quilômetros da cidade de Rorainópolis, Município no Sul do Estado. Preocupados com a situação, os vereadores Pinto do Equador e Cidalino Mariano procuraram a Folha para relatar a situação que encontraram na vila após uma visita à localidade.

Eles afirmaram que estão sempre cobrando junto ao Governo do Estado e Secretaria de Segurança a instalação novamente do destacamento da Polícia Militar que está desativado há mais de 10 anos, fazendo com que houvesse um aumento na criminalidade, o que tem causado insegurança aos moradores.

O vereador Pinto disse já ter cobrado pessoalmente da governadora Suely Campos (PP) a presença de um policiamento integral no distrito, ação que seria essencial para diminuição no número de infrações ocorridas na vila.

“Como representante e morador do distrito Equador, me sinto na obrigação de cobrar do governo e da Secretaria de Segurança respostas para os nossos problemas, pensando sempre em uma melhor qualidade de vida para todos os moradores”, afirmou.

Segundo o vereador Cidalino, uma casa de apoio nova foi construída para receber os policiais no local, mas até hoje nunca foi usada pelo fato de o destacamento da vila estar em estado de abandono. “É importante que tomem uma iniciativa com relação ao policiamento naquela localidade, que tem crescido muito com a instalação de uma indústria de beneficiamento de dendê no distrito. Juntamente com o crescimento populacional temos visto um aumento na criminalidade”, relatou.

Os moradores do distrito relataram que, além do crescimento no número de casos de roubos, furtos e assaltos, a praça central da vila, que fica localizada ao lado da Escola Estadual Primeiro de Maio e em frente aos prédios do destacamento e casa de apoio, tem sido usada para comércio e uso de drogas.

GOVERNO - A Secretaria de Comunicação do Governo do Estado informou, por meio de nota, que o Comando-Geral da Polícia Militar tem realizado o policiamento ostensivo e preventivo, bem como o atendimento de ocorrências na Vila do Equador, utilizando policiais militares do destacamento de Nova Colina, situada a 65 km do local.

Frisou ainda, que a instituição realizou planejamento para implantação de um destacamento na localidade e aguarda a formação dos novos policiais militares para que isso ocorra. A PM reforçou que está atendendo às demandas de segurança pública da Vila do Equador de acordo com as possibilidades do efetivo, reforçando o policiamento quando necessário.

Comentários
gilberto marcelino disse: Em 21/03/2017 às 20:32:59

"A falta de segurança pública é crônica em todo o interior do Estado, e já faz tempo. É passada a hora de o Governo resolver esse problema. "