TARIFA DE ENERGIA
Deputados federais vão tentar derrubar reajuste de 35%
Deputado federal Édio Lopes afirmou que a bancada tentará uma redução na tarifa semelhante ao que ocorreu em 2009
Por Folha Web
Em 13/11/2017 às 01:26
Deputado federal Édio Lopes (PR): “Esse aumento é inaceitável, uma vez que não fazemos parte do Sistema Interligado Nacional” (Foto: Diane Sampaio)

O aumento de mais de 35% na fatura da conta de energia do consumidor roraimense, anunciado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no início do mês, pegou muitos de surpresa, inclusive os deputados federais que representam Roraima na Câmara Federal. Em entrevista ao programa Agenda da Semana, na Rádio Folha AM 1020, ontem, dia 12, o deputado federal Édio Lopes (PR) anunciou que a bancada roraimense está lutando contra o aumento e contra uma possível privatização da Eletrobras Distribuição Roraima.

Lopes afirmou que Roraima está em um momento de extrema preocupação. “Esse aumento é injustificável. No ano passado tivemos um aumento de 40% autorizado pela Aneel, e agora mais esse de 35%, que incidiu sobre o anterior. No decorrer de um ano, o consumidor viu o preço da conta de luz dobrar. Não podemos permitir isso”, declarou.

Diante deste cenário, o parlamentar disse que a bancada de Roraima está tentando derrubar esse reajuste e conseguir, ao invés de um aumento, uma redução na tarifa. “Em 2009, a Aneel quis aumentar a tarifa em Roraima.

Entramos na comissão de Minas e Energia e lá foi aprovada por unanimidade a suspensão desse aumento. Antes era cobrado R$ 0,45 por quilowatts, conseguimos reduzir para R$ 0,33 e em casos de baixo consumo reduzimos para R$ 0,28. Isso foi fruto de uma articulação e um trabalho político muito forte. Inúmeras contas de luz mostram esse fato, o consumidor pagava R$ 500 e passou a pagar R$ 350”, exemplificou.

Ele anunciou que a bancada em breve irá se reunir com a Aneel e o Ministério de Minas e Energia para tratar disso. “Esperamos conseguir isso novamente agora, mas não é fácil reduzir tarifas públicas neste país. Até mesmo o presidente da Eletrobras em Roraima se viu surpreso, mas como a ordem é da Aneel, eles se veem obrigados a cumprir”, disse.

LINHÃO DE GURI – Lopes afirmou ainda que, o percentual é abusivo, pois a energia de Roraima continua sendo rigorosamente regida pelo Linhão de Guri, oriundo da Venezuela. “Esse é um contrato internacional, regido em dólar. No Brasil, o dólar está estável há mais de um ano. O preço da energia oferecida pela Venezuela está estável. Esse reajuste foi dado para beneficiar as usinas termelétricas”, pontuou.

AUDIÊNCIAS PÚBLICAS – O deputado federal lembrou ainda que, o aumento é resultado de um estudo da Aneel e que para consolidar o reajuste, deveriam ter sido feitas audiências públicas. “Já requeri a Eletrobras que eles me mandem a ata dessas audiências. Geralmente elas são publicadas em uma seção do Diário Oficial, que ninguém lê”, disse.

PRIVATIZAÇÃO – Édio Lopes afirmou ainda que, os deputados federais de Roraima irão fazer parte da bancada de deputados da Amazônia contra a privatização da Eletrobras. “Não que eu seja daquelas pessoas que defendem que o Estado execute todos os serviços, como no passado, mas acredito que a questão da Amazônia é tão aguda do ponto de vista da energia, que se privatizarmos a Eletrobras sem termos um regramento definido e testado, é dar um salto no escuro”, disse.

Ele frisou que uma possível privatização prejudicaria o fornecimento de energia elétrica às comunidades indígenas e à população ribeirinha. “Essas localidades não têm consumo capaz de viabilizar economicamente o serviço. Não podemos aceitar, pois uma empresa privada não vai se esforçar para atender essa minoria”, concluiu.

SANTOS disse: Em 15/11/2017 às 11:20:21

"- O Deputado deveria ter vergonha de vir a público contar uma lorota tão grosseira. Se eles, parlamentares, não conseguiram impedir que o reajuste fosse aplicado, como farão, agora, para torná-lo sem efeito? Alguém precisa dizer a esse bando de políticos cínicos e falastrões que o povo deixou de permitir ser imbecilizado. Aliás, é contumaz a muitos políticos de Roraima esse comportamento desrespeitoso para com o cidadão roraimense. No decorrer desta semana um Senador se manifestou indignado contra esse aumento. Porque não mostrou essa indignação antes de acontecer??? Me poupem, cambada!!!"

Paulo Pereira de Carvalho disse: Em 13/11/2017 às 14:15:40

"por que não unem forças para trazer o linhão de Tucuruí ? Aproveita esse encontro e faz tuso ao mesmo tempo."

Adailton Silva Oliveira disse: Em 13/11/2017 às 11:04:36

"Quero aqui parabenizar o deputado federal edio e dizer que se eles não estiverem nao quiserem resolver essa bagunça não tem problema, meu gato já tá preparado."

uilen disse: Em 13/11/2017 às 09:13:37

"melhor não tentar, pois da ultima vez não prosperou e quem arcou com a conta fomos nos."

Joanes de Brito Cunha disse: Em 13/11/2017 às 09:00:22

"Recentemente pagamos a última parcela do aumento de 40 porcento. Que esses mesmos babacas disserem as mesmas bobagens. No entanto teve o aumento. E isso vai ser a mesma coisa. Eles roubam o nosso dinheiro e somos obrigados a pagar mais e mais pra esse bando de ladrões. "

Clement disse: Em 13/11/2017 às 07:56:43

"Depois vem a surpresa! A Eletrobras cobrando do consumidor o os meses anteriores. Isso não funciona."

Prof. RN disse: Em 13/11/2017 às 07:43:37

"Não temos garantia nas ações dos políticos de Roraima, pois sempre seremos responsabilizados pelos seus fracassos. "