CONCURSO
Diferença das inscrições da PMRR deve ser restituída, diz MPRR 
A diferença entre a taxa cobrada e a que deveria ser, conforme cálculo do MPRR, é de R$ 51,90. A Uerr tem até dia 13 de agosto para responder.
Por Folha Web
Em 10/07/2018 às 15:43

O MPRR (Ministério Público do Estado de Roraima) esclareceu, por meio de nota enviada à FolhaWeb, que a Uerr (Universidade Estadual de Roraima), organizadora do concurso da PMRR (Polícia Militar de Roraima), ainda tem 34 dias para informar a respeito das medidas a serem adotadas a partir da recomendação feita para que a taxa de inscrição do processo seletivo, pois foi concedido um prazo de 60 dias para a resposta, a partir da data da publicação no Diário da Justiça Eletrônico, em dia 14 de junho.


Conforme as informações do MPRR, a Comissão deverá restituir a diferença da taxa de inscrição atualmente cobrada de R$ 180,00 aos candidatos, assim que a recomendação for acatada, levando em conta que conforme cálculo da Prodec (Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor e da Cidadania), baseada na lei complementar 250/2016, que estabelece que o valor de referência é de 0,3796 Uferr para "inscrições em concurso público para ingresso na PMRR" e a taxa real cobrada deveria ser de R$ 128,10. Ou seja, uma diferença de R$ 51,90.


Em caso de descumprimento, a Promotoria de Justiça, autora da recomendação, analisará qual medida legal será adotada ao caso.


As provas da PMRR que seriam aplicadas no dia 19 de agosto, estão programadas agora para ocorrer no dia 26 do mesmo mês, conforme cronograma divulgado pela Uerr. Com isso, também mudaram as datas para interposição de recursos contra o gabarito oficial preliminar, a data da publicação do gabarito oficial definitivo e respostas dos recursos impetrados. Além destas, não foram feitas outras alterações.


Saiba mais:

Recomendação não é atendida e prazo de pagamento termina hoje

RIPA NA XULIPA disse: Em 11/07/2018 às 12:37:56

"A questão é que pra um show sua vaga é garantida, já pra um concurso vc vai brigar por uma vaga, afinal, a inscrição deveria ser quase de graça, pois, quem necessita da mão-de-obra é o governo. sendo assim, é como se uma empresa cobrasse pra fazer uma entrevista para uma vaga de emprego sem a certeza de que vc será contratado."

Cristian Rafael Dias Altoé disse: Em 10/07/2018 às 22:37:26

"Quero meu dinheiro de volta ! 51.90 eu compro pão o mês todo"

Falei e disse: Em 10/07/2018 às 17:39:40

"Pra ir à um show de sertanejo, forró, brega etc, galera paga mais de 200,00, mais pra uma carreira estabilizada, reclama do valor... Em outras palavras, não reclamam do valor cobrado em algo sem futuro mais reclamam do valor cobrado em algo de futuro. Cantores ficam milionários as custas dos bestas."

VOTO NULO.... disse: Em 10/07/2018 às 18:09:32

"E mais ou menos por aí mesmo..."

Berlim disse: Em 11/07/2018 às 15:32:48

"Até porque todo mundo que fez a inscrição já deu dinheiro pra show né?! Para de generalizar as coisas."