AV. CAPITÃO JÚLIO BEZERRA
Empresários reclamam que número de vagas no estacionamento serão reduzidas
Empresários afirmam que redução no número de vagas vai prejudicar consumidores e afetar faturamento das empresas
Por Folha Web
Em 03/10/2017 às 01:48
Prefeitura frisou que o estacionamento em cima de calçadas não é permitido pela Lei de Trânsito (Foto: Hione Nunes)

As obras de revitalização da Avenida Capitão Júlio Bezerra, via que interliga o Centro aos bairros das zonas Leste e Norte da Capital, vêm sendo alvo de críticas pelos empresários donos de estabelecimentos ao longo daquela via. Eles pretendem fazer um abaixo-assinado para protestar contra as alterações que reduzem as vagas de estacionamento, o que causa transtornos aos clientes que terão dificuldade de acesso ao comércio.

O empresário João Reis, proprietário de um comércio na avenida há mais de 10 anos, disse que o impacto será grande para as empresas, que terão suas vendas reduzidas em no mínimo 50%. "É inadmissível o que a Prefeitura pretende com essas obras, reduzindo as vagas para os clientes colocarem seus veículos. Nossas vendas caíram de maneira impactante. Vamos procurar nossos direitos”, disse.

Ele afirmou que não foi procurado pela prefeitura para discutir e opinar sobre as obras. "Eu e nenhum outro empresário fomos convidados para nada, não recebi nenhuma comunicação da Prefeitura, não houve uma única reunião para ouvir os comerciantes”, reclamou.

O empresário Cleber Silva também apontou insatisfação com as obras. “O meu temor é o seguinte: enquanto há uma tendência em todo mundo de alargar as avenidas, nós vamos estreitar a nossa”, frisou ao alertar para a alta densidade de comércios na via. Eles disseram que as alterações poderão impactar no cotidiano dos moradores.

“O comércio não pode ser prejudicado, principalmente quanto à acessibilidade. A Capitão Júlio Bezerra tem comércios com alta rotatividade de entrada e saída de veículos. Essas mudanças deveriam ter sido melhor avaliadas”, disse.

PREFEITURA - A Secretaria Municipal de Obras informou que as obras na Avenida Capitão Júlio Bezerra vão beneficiar os comerciantes e ainda mais os clientes, que passarão a ter um estacionamento paralelo à via, além de calçada mais ampla e com acessibilidade para que possam circular com mais conforto e segurança.

A Secretaria Municipal de Segurança Urbana e Trânsito ressaltou que o estacionamento em cima de calçadas não é permitido pela Lei de Trânsito. “A Prefeitura de Boa Vista ressalta que entende como normal algumas reclamações e que isso faz parte da transformação de Boa Vista numa cidade mais moderna e voltada para todos”, destacou.

Rildo Lopes disse: Em 03/10/2017 às 13:17:30

"Vale ressaltar que calçada não estacionamento....e vale ressaltar que o ser humano só está bem, quando tem algo para reclamar "

Christhian Rodolfo Torres Dominguez disse: Em 03/10/2017 às 07:54:31

"tem gente que gosta de bagunça mesmo...................ordem incomoda"