SEJA DIGITAL
Entregues 54% dos kits para BV e Cantá
Gostei (0) Não gostei (0)
Além dos beneficiários de programas do governo, o Seja Digital promove feirões para outro público
Por Folha Web
Em 09/07/2018 às 01:10
A gerente regional do Seja Digital, Célia Sena: “Dos 55 mil kits, entregamos mais de 30 mil”(Foto: Néia Dutra)

Em entrevista ao programa Agenda da Semana, na Rádio Folha AM 1020, domingo, dia 8, a gerente regional do Seja Digital, Célia Sena, afirmou que dos 55 mil kits – compostos por um conversor digital, um controle remoto e uma antena – destinados para Boa Vista e Cantá, 33 mil já foram entregues, o que corresponde a 54% do total. A missão da instituição é entregar os equipamentos às famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal.

A Seja Digital, (EAD – Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV), é uma instituição responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), tem como missão garantir o acesso da população à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits de TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal.

Célia reforçou que em Boa Vista e no município de Cantá, o sinal analógico está programado para ser desligado no dia 14 de agosto. “Nós estamos intensificando nossas ações para chegar ao restante do público que ainda não foi alcançado. Estamos realizando eventos como o Comunidade Digital, Papo Digital, em escolas, universidades. Fazemos o Digital na Geral, que é quando vamos para os terminais de ônibus, nos lugares onde tem muita circulação de pessoas”, detalhou.

Nestas ações, o possível beneficiário faz o agendamento para retirada dos equipamentos que compõe o kit. Para saber se tem direito aos equipamentos, os moradores tanto de Boa Vista, quanto do Cantá podem acessar o site ou ligar gratuitamente para o número 147 com o NIS em mãos. “É importante que todos aqueles que têm esse direito corram atrás, pois um kit desses no mercado custa entre R$ 100,00 e R$ 140,00”, informou Célia.

IDENTIFICAÇÃO – Muitas pessoas ainda estão em dúvida se seus aparelhos de televisão são digitais ou analógicos. “Aquelas TVs antigas, de tubo, são todas analógicas, mas elas funcionam muito bem com a antena e o conversor. Quem tem esses aparelhos precisa do kit. Aquelas TVs de tela plana, fina, fabricadas de 2010 para trás, são analógicas. Quem comprou TV há oito anos, mesmo fina, são analógicas, também precisam de um conversor. As fabricadas de 2011 em diante precisam somente da antena”, especificou.

Outro indicador é a mensagem que aparece na tela do aparelho, uma letra A indicando que o sinal é analógico. “Os canais de TV com aquele ponto dividindo a numeração como 2.1, 4.1, já são digitais. O fator mais relevante é a qualidade da imagem, não tem como errar, a do sinal digital é bem limpa”, disse.

FEIRÃO – Para os que não têm direito a retirar um kit, a Seja Digital promove feirões junto a lojas de eletrodomésticos oferecendo equipamentos com preços um pouco mais baixos. “Não é por não estar cadastrado em um programa social que a pessoa tenha condições de arcar com uma despesa a mais, por isso nos mobilizamos nesse sentido. Nosso lema é não deixar ninguém pra trás”, conclui. 

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!