"MI CLAMOR"
Espetáculo de dança retrata imigração venezuelana em Roraima
O espetáculo retrata com muita sensibilidade todas as situações vivenciadas pelos imigrantes venezuelanos no Brasil
Por Folha Web
Em 09/08/2018 às 11:24
O espetáculo retrata com muita sensibilidade todas as situações vivenciadas pelos imigrantes venezuelanos. (Foto: Marcelo Seixas)

O Espaço de Danças Baillare promove o espetáculo “Mi Clamor” nesta sexta-feira, 10 de agosto no Teatro Sesc Mecejana às 20h.

Com 50 minutos de duração, o espetáculo retrata com muita sensibilidade todas as situações vivenciadas pelos imigrantes venezuelanos, como a fome, a falta de trabalho, o desespero, as doenças, a caminhada para chegar no Brasil, a esperança, e também a violência, a prostituição e o envolvimento em situações ilícitas.

Todo o trabalho artístico foi concebido por meio de pesquisas, entrevistas, visitas em abrigos, vivências e interações com os refugiados.

“Estamos vivendo uma crise migratória de dimensão jamais vista desde a segunda guerra mundial. E não é só no Brasil e em Roraima, em outros países do mundo pessoas procuram abrigo, refúgio, fugindo da fome, da guerra e de outras situações. O espetáculo surgiu de uma reflexão sobre esse tema”, explicou Soraya Souza, coreógrafa.

No palco, a performance de seis bailarinos envolverá predominantemente a dança contemporânea, sem deixar de lado a base de outros estilos como balé clássico, moderno, dança de rua e a dança de salão. Soraya esclareceu ainda que esta apresentação será uma prévia do que será apresentado em 2019, um espetáculo mais completo, com outros recursos artísticos e trabalho de dança mais aprofundado.

“Mi Clamor” tem direção coreográfica de Soraya Souza, direção musical de Orlando Júnior, iluminação de Romero Ribeiro e figurino de Marlene Barbosa. Bailarinos: Cristiely Memória, Everton Alves, Marcos Vinícius, Ivana Sanches, Nathana Lindey e Soraya Souza.

Espetáculo: Mi Clamor

Data: 10 de agosto

Hora: 20h

Local: Teatro Sesc Mecejana

Ingressos: 1kg de alimento não perecível

 

Espaço de Dança Baillare

Foi criado em 2014 com a missão de proporcionar qualidade de vida e preservação da saúde por meio da arte da dança. Atua com diversos segmentos como dança criativa, dança de salão, dança contemporânea, danças urbanas e dança do ventre moderna. O Espaço de Dança Baillare  recebe alunos a partir dos três anos de idade e fica localizado na Avenida Sebastião Diniz, nº 1.389 Centro.

https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif

Luiz Junior disse: Em 10/08/2018 às 09:38:45

"Até parece que no Brasil também não tem pobre"

ERICA disse: Em 09/08/2018 às 17:10:53

"Engraçado né, caros colegas, há tantos desabrigados, com fome, frio, sem teto, sem condições dignas de moradia, pergunto eu: PORQUE ISSO NÃO INSPIROU NOSSOS JOVENS DANÇARINOS?, dar ibope pra baderna que está sucedendo todos querem, agora chamar a atenção dos governantes em especial a MINISTRA ROSA WEBER, para ver se ela abre os olhos da razão e veja o que se passa com nossa calorosa cidade, onde para muitos estados distantes só tem indío! para que a excelentissima ministra venha assistir vossas reivindicações por meio da dança, AGORA parem de ficar maquiando oque já está maquiado, SABEMOS a situação CAÓTICA que se encontra a situação dos VENEZUELANOS, agora somos BRASILEIROS, precisamos de respeito, compromisso, patriotismo por parte dos que nos representam!!!!!! #FALEIII"

Christhian Rodolfo Torres Dominguez disse: Em 09/08/2018 às 12:24:58

"Deve retratar destruição da Cidade de Boa Vista pela imigração descontrolada , a insegurança do cidadão na atualidade.... "

Manuel disse: Em 09/08/2018 às 12:23:00

"Deveriam fazer um especáculo de nossa gente na miséria vendo estrangeiros sendo tratados hospedados e servidos... enquanto seguem como fantasmas."