ELEIÇÕES 2018
Evangélicos fazem planos para eleger senadores e deputados em RR
Além de eleger representantes na Câmara Federal e Assembleia Legislativa, evangélicos querem fazer dobradinha no Senado
Por Luan Guilherme Correia
Em 12/06/2018 às 07:28
Quatro nomes representantes de Igrejas Evangélicas devem disputar duas vagas ao Senado (Foto: Divulgação)

Partidos com bases evangélicas em Roraima planejam eleger o maior número possível de representantes nas eleições deste ano. Muitos representantes de igrejas e congregações já se organizam para apresentar seus nomes. 

Em comum, os pré-candidatos evangélicos se descrevem como defensores da ética, da moral e dos bons costumes da família tradicional, que são tidos como valores cristãos. A ideia das lideranças é que as igrejas formem alianças visando projeto de união de forças da comunidade para as eleições majoritárias, uma vez que esse ano os roraimenses elegerão dois candidatos ao Senado e terão como opção uma dobradinha de cristãos evangélicos no Congresso.

A disputa para os cargos proporcionais (deputados federais e estaduais) já não é mais o único foco entre líderes evangélicos e fiéis. As comunidades também almejam as vagas ao Senado Federal, cujo cenário já está bem desenhado. Até o momento, há quatro pré-candidatos que representarão igrejas evangélicas ao Senado.

O nome do pastor Isamar Ramalho (PSL), líder da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Roraima, está entre os principais pré-candidatos para ocupar uma das duas vagas ao Senado em Roraima. A congregação a qual preside tem 460 templos e aproximadamente 56 mil fiéis no Estado. Ao oficializar a pré-candidatura, Ramalho contou que os pastores e líderes da Igreja Assembleia de Deus que se reuniram em sua sede estadual, em Assembleia Geral, e lhe deram autorização no final do ano passado para sair candidato.

O empresário Cristian Santos (Patriotas), que integra o Ministério das Igrejas em Células, foi outro a oficializar sua pré-candidatura ao Senado. Em entrevista à Rádio Folha, no domingo, ele justificou que concorrerá focando na renovação do cenário político, em razão de demanda popular, visando um trabalho eficaz e transparente. "Onde nós temos andado, o povo fala em mudança. Eles querem uma nova política para o estado de Roraima. Hoje, o pleito vai ser de quem tiver propostas e ficha limpa. É o que o povo brasileiro está questionando", afirmou.

O radialista Afonso Parente (PRP), membro da Igreja Batista Regular, foi mais um a anunciar que irá pleitear uma candidatura a senador. “Venho fazendo trabalho político no meio evangélico há muito tempo e é um nicho de mercado eleitoral de mais da metade da sociedade. Venho trabalhando a conscientização desse voto para que possamos fazer a diferença e ser modelo como Jesus Cristo é para nós. É uma oportunidade de não apenas ser representante evangélico, mas representar Roraima no Congresso Nacional”, destacou.

Um grupo de cristãos evangélicos também vem discutindo a possibilidade de se lançar o nome do vereador Pastor Jorge, da Igreja Evangélica Quadrangular, como pré-candidato ao Senado pelo PSC. À Folha, ele informou ter vontade de ser pré-candidato, mas que depende do partido. “É mais uma questão minha. Comecei a fazer pedidos no plenário da Câmara Municipal sobre o Linhão de Tucuruí e alguém gritou que não é competência de vereador e sim políticos com cargos maiores. Então bati na mesa e disse que queria ser senador porque compete tudo”, disse.

GOVERNO – Para o Governo do Estado, as legendas ainda estão divididas entre a aposta inédita de um nome evangélico ou apoio a um personagem de fora destas legendas, mas defensor da família e valores tradicionais. A composição para uma chapa de apoio ao empresário Antônio Denarium (PSL) é a mais provável de ocorrer.

NÚMEROS – Pelas contas do Ministério de Apoio com Informação (Mai), mais de 50,8% da população de Roraima, de 505 mil habitantes, frequenta uma igreja evangélica sendo que a Assembleia de Deus, que é a maior igreja do país, também é a primeira do Estado, com mais de 400 templos. Na Capital, a estimativa é que 32,09% dos boa-vistenses sejam evangélicos. O último Censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2010, constatou que Roraima é o Estado brasileiro com mais evangélicos em números proporcionais. (L.G.C)

Igrejas buscarão aumentar “bancada evangélica” na ALE e na Câmara

Legendas como o PRP, PSC, PTC, PV, PSL e Patriotas, partido católico próximo à agenda evangélica, também debatem estratégias para conquistar espaço na Câmara dos Deputados. Inicialmente, a ideia é montar uma chapa universal ou composições independentes, mas coordenadas. A eleição de deputados federais é fundamental para a sobrevivência e o fortalecimento dos partidos no patamar nacional.

Membro da Igreja Assembleia de Deus em Roraima, o deputado federal Carlos Andrade (PHS) defendeu um maior número de representantes alinhados aos princípios e valores cristãos na Câmara. “Tanto a bancada evangélica quanto a católica estão bem representadas, com cerca de 200 parlamentares cristãos na Câmara dos Deputados. No entanto, precisamos de parlamentares que não só representem, mas que se posicionem a favor das pautas alinhadas aos nossos princípios e valores cristãos. É o que eu busco fazer aqui”, destacou.

Em Roraima, as igrejas Assembleia de Deus, Quadrangular, Ministérios de Igrejas em Células, Batista, Igreja da Paz, lançarão nomes e buscarão representantes para vagas na Assembleia Legislativa de Roraima (ALE) e na Câmara dos Deputados.

Mas nem todas as igrejas evangélicas serão representadas nas eleições gerais. Os templos sabatistas, como Igreja Adventista, Igreja de Deus Unida, além da Igreja Evangélica Congregação Cristã no Brasil, devem liberar seus fiéis membros da congregação para votarem no dia da eleição, por conta da obrigatoriedade, mas não defendem a participação de cristãos na política. (L.G.C)

Juvenal Soares disse: Em 12/06/2018 às 16:30:44

"Todo Ateu é intolerante. Todo negro é bandido. Todo pastor é ladrão. Todo religioso é alienado. Todo padre é pedófilo. Todo Rockeiro é drogado. Todo gay é promíscuo. TODO IDIOTA PENSA ASSIM?"

Luciana disse: Em 12/06/2018 às 13:47:50

"Essas eleições serão bem interessantes."

antonio carlos de lima prado disse: Em 12/06/2018 às 13:41:26

"Isso não passa de oportunismo, religião e estado não devem andar juntos."

Charlecion disse: Em 12/06/2018 às 13:33:56

"Engraçado esses evangélicos são loucos pelo poder, QUE DEUS NOS PROTEJA DESSAS CRIATURAS."

Washington Carvalho disse: Em 12/06/2018 às 11:04:49

"Evangélicos não, membros de uma ou duas denominações evangélicas!!! TODOS NÓS SABEMOS QUE ESSES CARAS NÃO REPRESENTAM OS EVANGÉLICOS. Principalmente esse Isamar, o motivo ele mesmo sabe."

Luciana disse: Em 12/06/2018 às 13:49:58

"Qual é o motivo ?? "

Mineiro22 disse: Em 13/06/2018 às 18:13:12

"Será que ele vai renunciar o cargo vitalício de Presidente? Ou vai acumular o salário da igreja com o do Senado . Fica o questionamento... "

GERSON DENZ disse: Em 12/06/2018 às 10:34:34

"Poderiam demonstrar união, apresentando um nome, sem dividir forças. "

ivan disse: Em 12/06/2018 às 10:30:53

"Está repreendido em nome de Jesus, se aproveitam da fé alheia, para se elegerem e por em práticas seus interesses próprios."

caveira disse: Em 12/06/2018 às 09:59:51

"verdadeiramente uma quadrilha mau articulada DEUS NOS PROTEJA"

Manuel disse: Em 12/06/2018 às 07:33:37

"Não sendo ladrões e com o propósito real de trabalhar... que mal tem?"

Christhian Rodolfo Torres Dominguez disse: Em 12/06/2018 às 07:29:58

"A quadrilha evangélica..............todo mundo que um pedaço do bolo"

Paulinho disse: Em 12/06/2018 às 07:05:12

"Deus nos livre."

Sandro Lopes disse: Em 12/06/2018 às 05:01:16

"Na PEC do trilhão, em benefício às petroleiras estrangeiras, esse mesmo partido deu 70 % dos votos da sua bancada a favor desse projeto. E sabe quem vai pagar a conta com esse dinheiro que deixará de entrar para a saúde, educação, segurança? Isso mesmo, você cristão ou não, evangélico ou ateu! Como um país que diz ter déficit na Previdência, abre mão de recursos! Robin Hood às avessas, aqui toma-se dos pobres e dão para os ricos! É esse povo não aprende! O que está quebrando o país não é o trabalhador,, São os privilégios que esses políticos e outras carreiras têm. O trabalhador que sua todo o dia, não deve nada, já que não tem direitos! E quando deve é retiro na Fonte! Bota essa cambada de sanguessuga pra trabalhar minha gente. Tirem a cangalha ao menos nessa eleição pra ver como fica!!!! Pesquise como o partido do seu candidato vota, se a favor ou contra os trabalhadores. Somos maioria pagando privilégios para uma minoria! BASTA!!!"

Sandro Lopes disse: Em 12/06/2018 às 04:48:57

"Como se ser cristão fosse suficiente para acabar com o arrocho ao trabalhador. Só pra citar um exemplo, o PSC do seu Marcos Feliciano, Jair Bolsonaro e de outros irmãos ou pastores evangélicos, de 10 deputados, 8 votaram contra o trabalhador e aprovaram a Reforma Trabalhista! Pesquisem e comprovem quais os partidos defendem os direitos trabalhistas e quais votam sempre no que o governo manda! Misturar fé com política nunca deu certo! Pastor é até profissão hoje em dia e trampolim para o parlamento! Deus tá vendo!!!!"