OPERAÇÃO INVERNO
Famílias atingidas com enxurrada em Normandia recebem uma tonelada de donativos
Gostei (4) Não gostei (1)
Nessa fase, comunidades indígenas de Normandia foram beneficiadas
Por Folha Web
Em 06/09/2017 às 16:00
As cestas foram compostas: café, leite, óleo, açúcar, sal, macarrão, bolachas e dentre outros suprimentos (Foto: Divulgação)

As comunidades indígenas Vizeo e Perdiz, em Normandia, receberam esta semana, do Governo do Estado, quase uma tonelada de alimentos arrecadados durante a Operação Inverno, que contou com o envolvimento de servidores públicos de todos os órgãos de governo e população em geral.

A distribuição foi feita por uma guarnição do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima). Foram percorridos mais 250 km até chegar a essas comunidades. Além de alimentos, os indígenas receberam produtos de higiene pessoal.

Dos gêneros alimentícios, as cestas foram compostas: café, leite, óleo, açúcar, sal, macarrão, bolachas e dentre outros suprimentos para atender as famílias atingidas pelas cheias dos rios Surumú, baixo e médio Cotingo.

“Essa é uma ação de governo, que contou com o empenho de cada um dos servidores e secretarias de Estado para atender as populações atingidas pelas enxurradas”, ressaltou a governadora Suely Campos.

Segundo o coordenador Regional e morador da comunidade da Perdiz no baixo Cotingo, Agnaldo Constantino, as águas invadiram o roçado, arrastando toda plantação de mandioca e feijão, e o que deu para fazer foi apenas olhar o rio carregando o que foi plantado ao longo de dois meses.

“Foram mais de 20 comunidades afetadas e mais de 100 famílias que ficaram sem roças, plantações e até mesmo os pertences foram carregados pelas águas”, declarou o líder indígena.

LOGÍSTICA – Nesta etapa, os militares da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros, adotaram dois pólos base para auxiliarem na distribuição dos mantimentos para outras comunidades.

A primeira localidade a receber as cestas foi a comunidade Perdiz, que atualmente possui 16 famílias e está localizado às margens da RR-319, no município de Normandia. Lá foram entregues cerca de 70 cestas com alimentos e itens de higiene pessoal.

A comunidade Vizeo, 60km depois, foi a segunda a receber os mantimentos da Operação Inverno. Para o tuxaua Roberto da Silva, a ação do governo vai ajudar muitas famílias que estão passando por dificuldades financeiras. “Estamos passando por um período menos crítico, pois já estávamos esperando essa ação do governo, e também que já iniciamos novas plantações. Esperamos muito em breve voltar a colher nossa macaxeira e nosso feijão, pois é assim que nós parentes vivemos trabalhando”, disse.

PARCEIROS – Outro parceiro na Operação Inverno 2017 é o Tribunal de Justiça de Roraima, que mantém a campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis juntamente com doações de integrantes de Moto Clube da Capital.

A destinação dessa arrecadação é para atender moradores de nove comunidades do município de Pacaraima que tiveram perda de produção durante as fortes chuvas do inverno. O período de arrecadação vai até o dia 14 de setembro.

Os postos de coleta são: Palácio do Tribunal de Justiça e Fórum Cível Advogado Sobral Pinto (Centro Cívico), Fórum Criminal Ministro Evandro Lins e Silva (Caranã), e Prédio Administrativo do TJRR (Avenida Ene Garcez).

O repasse dos donativos à Defesa Civil Estadual será no dia 15 de setembro, para conferência e montagem de cestas básicas. No dia 16 haverá um passeio simbólico dos motociclistas no trajeto de Boa Vista para Pacaraima, com o transporte dos alimentos realizado pelo Corpo de Bombeiros de Roraima.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!