OPERAÇÃO INVERNO
Famílias atingidas com enxurrada em Normandia recebem uma tonelada de donativos
Nessa fase, comunidades indígenas de Normandia foram beneficiadas
Por Folha Web
Em 06/09/2017 às 16:00
As cestas foram compostas: café, leite, óleo, açúcar, sal, macarrão, bolachas e dentre outros suprimentos (Foto: Divulgação)

As comunidades indígenas Vizeo e Perdiz, em Normandia, receberam esta semana, do Governo do Estado, quase uma tonelada de alimentos arrecadados durante a Operação Inverno, que contou com o envolvimento de servidores públicos de todos os órgãos de governo e população em geral.

A distribuição foi feita por uma guarnição do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima). Foram percorridos mais 250 km até chegar a essas comunidades. Além de alimentos, os indígenas receberam produtos de higiene pessoal.

Dos gêneros alimentícios, as cestas foram compostas: café, leite, óleo, açúcar, sal, macarrão, bolachas e dentre outros suprimentos para atender as famílias atingidas pelas cheias dos rios Surumú, baixo e médio Cotingo.

“Essa é uma ação de governo, que contou com o empenho de cada um dos servidores e secretarias de Estado para atender as populações atingidas pelas enxurradas”, ressaltou a governadora Suely Campos.

Segundo o coordenador Regional e morador da comunidade da Perdiz no baixo Cotingo, Agnaldo Constantino, as águas invadiram o roçado, arrastando toda plantação de mandioca e feijão, e o que deu para fazer foi apenas olhar o rio carregando o que foi plantado ao longo de dois meses.

“Foram mais de 20 comunidades afetadas e mais de 100 famílias que ficaram sem roças, plantações e até mesmo os pertences foram carregados pelas águas”, declarou o líder indígena.

LOGÍSTICA – Nesta etapa, os militares da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros, adotaram dois pólos base para auxiliarem na distribuição dos mantimentos para outras comunidades.

A primeira localidade a receber as cestas foi a comunidade Perdiz, que atualmente possui 16 famílias e está localizado às margens da RR-319, no município de Normandia. Lá foram entregues cerca de 70 cestas com alimentos e itens de higiene pessoal.

A comunidade Vizeo, 60km depois, foi a segunda a receber os mantimentos da Operação Inverno. Para o tuxaua Roberto da Silva, a ação do governo vai ajudar muitas famílias que estão passando por dificuldades financeiras. “Estamos passando por um período menos crítico, pois já estávamos esperando essa ação do governo, e também que já iniciamos novas plantações. Esperamos muito em breve voltar a colher nossa macaxeira e nosso feijão, pois é assim que nós parentes vivemos trabalhando”, disse.

PARCEIROS – Outro parceiro na Operação Inverno 2017 é o Tribunal de Justiça de Roraima, que mantém a campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis juntamente com doações de integrantes de Moto Clube da Capital.

A destinação dessa arrecadação é para atender moradores de nove comunidades do município de Pacaraima que tiveram perda de produção durante as fortes chuvas do inverno. O período de arrecadação vai até o dia 14 de setembro.

Os postos de coleta são: Palácio do Tribunal de Justiça e Fórum Cível Advogado Sobral Pinto (Centro Cívico), Fórum Criminal Ministro Evandro Lins e Silva (Caranã), e Prédio Administrativo do TJRR (Avenida Ene Garcez).

O repasse dos donativos à Defesa Civil Estadual será no dia 15 de setembro, para conferência e montagem de cestas básicas. No dia 16 haverá um passeio simbólico dos motociclistas no trajeto de Boa Vista para Pacaraima, com o transporte dos alimentos realizado pelo Corpo de Bombeiros de Roraima.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!