EDUCAR PARA CRESCER
Federação de Microempresas lança cartilha para fortalecer empreendedorismo local
Gostei (0) Não gostei (0)
Por Minervaldo Lopes
Em 09/01/2018 às 01:20
Presidente da Femicro/RR, Félix Ferreira: “Das 22 mil empresas ativas no Estado, 98% são micro e pequenas empresas” (Foto: Hione Nunes)

A Federação das Associações de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte e Empreendedores Individuais de Roraima (Femicro/RR) lançou a cartilha empresarial “Educar para Crescer”. O material tem como objetivo despertar o crescimento do empreendedorismo local por meio da criação de novas micro e pequenas empresas.

À Folha, o presidente da entidade, Félix Ferreira, contou que a distribuição dos 15 mil exemplares será iniciada a partir da próxima segunda-feira, 15, com a capital sendo a primeira cidade contemplada. “Para esse trabalho, nós formamos uma equipe com 10 pessoas, que serão divididas em cinco duplas. Começaremos a distribuição pela capital, onde estaremos levando essa cartilha até os empresários e conforme fomos concluindo os trabalhos na capital, nós passaremos a entregar esse material nos demais municípios do interior do Estado”, informou.

Criada há dois anos, a Femicro/RR é uma das várias entidades integradas ao Sistema Nacional da Micro e Pequena Empresa, que é composta também por Confederações das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Comicros) e Associações das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Amicro), presentes em praticamente todos os estados do país.

Segundo ele, além de despertar o interesse de pessoas a apostarem no desenvolvimento econômico do Estado por meio da criação de novos empreendimentos, a cartilha também possui a intenção de levar ao conhecimento do público as ações que serão realizadas pela entidade até 2021. “A ideia é que as pessoas tenham conhecimento das ações que a Femicro realizará até 2021, que é o tempo de duração do mandato da atual direção da federação. A federação está presente em cinco municípios e outras três cidades serão inseridas dentro das ações da Femicro até o fim deste ano”, afirmou Ferreira.

Entre as medidas que estão nos planos da diretoria está o apoio à criação da Secretaria da Micro e Pequena Empresa do Estado, visto que Roraima é a única unidade da federação que não dispõe de uma pasta específica para o segmento. “Atualmente, existem em Roraima 22 mil empresas ativas e, desse total, 98% são micro e pequenas empresas. A Femicro fez o levantamento e verificou que cada uma delas envolve, em média, cinco pessoas. Então, nós estamos falando de uma população de 150 mil pessoas envolvidas nesse segmento. Isso representa 30% da população com grande potencial de desenvolver o Estado”, pontuou. (M.L)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!